Operação da PF combate corrupção e prende servidor público federal em Mossoró

Crédito da foto: Divulgação/extraída do Jornal de Fato

A Polícia Federal em Mossoró prendeu na manhã desta terça-feira, 26, um servidor do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN). A PF deflagrou a OperaçãoTu Quoque Brute. Ela visa apurar suposta prática de corrupção por parte do servidor que era o responsável pelos procedimentos licitatórios na Penitenciária Federal do município.

A mencionada investigação apura indícios de que um agente penitenciário federal solicitou vantagem financeira (propina) de uma empresa para tornar possível a formalização de contrato junto àquela unidade prisional e, para isso, teria falsificado documentos públicos e dispensado, indevidamente, o processo legal de licitação.

Cerca de 20 policiais federais cumprem seis mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pela 8ª. Vara da Justiça Federal em Mossoró, além de um mandado de prisão preventiva, um mandado de intimação e um mandado de intimação de cautelar diversa de prisão.

Todos os supostamente envolvidos responderão pela prática dos crimes de corrupção passiva e falsidade ideológica, cujas penas somadas podem chegar a 17 anos de reclusão e, ainda, pelo crime de dispensa de licitação, com penas de até 5 anos de detenção, além de multa.

 

 

 

 

0 thoughts on “Operação da PF combate corrupção e prende servidor público federal em Mossoró”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *