Projeto de pesquisa da UFRN instala armadilhas para monitorar Aedes Aegypti em Currais Novos

João Bezerra Júnior – Assessor de Comunicação

Um projeto de pesquisa desenvolvido pelo doutorando em Desenvolvimento e Meio Ambiente da UFRN (PRODEMA), Cássio Lázaro, que consiste em fixar armadilhas específicas para mosquitos como o Aedes Aegypti em diversos pontos de Currais Novos, já começou a ser desenvolvido no município com o intuito de identificar os vetores e vírus de doenças transmitidas por estes mosquitos em contextos diferentes, seja na zona urbana ou rural. Na terça-feira (20), o aluno se reuniu com o Secretário Municipal de Saúde, Luciano Oséas, com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Verônica Kristina, e com o coordenador de Endemias, Dedé Santos, para apresentar as ações que estão sendo desenvolvidas.

De acordo com Cássio, o projeto tem quatro vertentes: Ecológica (desenvolvida no Geosítio Canyon dos Apertados com enfoque na bioecologia de mosquitos vetores); o monitoramento de Aedes Aegypti, e possivelmente Aedes Albopictus (através da instalação de 26 armadilhas no bairro Paizinho Maria e, posteriormente, mais 26 armadilhas distribuídas entre os bairros Antônio Rafael, Gilberto Pinheiro e Centro); a captura de insetos adultos (fêmeas) para fazer a análise de infecção viral (saber quais os vírus circulantes no município); e, por último, as ações de extensão, com a conscientização e disseminação de conhecimentos acerca da temática mosquitos vetores de arboviroses para a população através de atividades lúdicas.

Espera-se como resultado do projeto a elaboração de uma proposta de educação ambiental em saúde e um plano de políticas públicas de controle de mosquitos e prevenção.

0 thoughts on “Projeto de pesquisa da UFRN instala armadilhas para monitorar Aedes Aegypti em Currais Novos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o Jornal Impresso