Produção de petróleo cai 16% e RN deixa de produzir cerca de 1 milhão de barris

Crédito da foto: Arquivo do Jornal de Fato

A produção de petróleo no Rio Grande do Norte caiu 16,6% no primeiro quadrimestre de 2018 em relação ao mesmo período do ano passado. A informação foi publicada pelo economista Aldemir Freire em sua conta pessoal do twitter.

De acordo com ele, são cerca de 1 milhão de barris a menos. Ainda segundo Aldemir, se comparado a 2016, a queda é ainda mais impressionante: 1,97 milhão de barris.

Com a redução, os municípios e o governo do estado deixaram de arrecadar cerca de R$ 25 milhões em royalties. Mantido esse desempenho, até o final do ano as perdas poderão chegar a R$ 75 milhões.

“No primeiro quadrimestre de 2018 os municípios e o estado do Rio Grande do Norte receberam R$ 124 milhões em royalties pela produção de 5 milhões de barris de petróleo em terras potiguares”, escreveu.

E completou: “Se a produção tivesse sido a mesma do primeiro quadrimestre de 2017 (cerca de 6 milhões de barris), Estado e municípios teriam recebido R$ 148,7 milhões”.

Aldemir Freire diz que “essa estratégia de abandono dos campos terrestres não é uma exclusividade do RN”, e informa ainda que “no Brasil a produção de petróleo em terra despencou de 18,85 milhões de barris no primeiro quadrimestre de 2016 para 13,96 milhões no mesmo período de 2018”.

0 thoughts on “Produção de petróleo cai 16% e RN deixa de produzir cerca de 1 milhão de barris”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o Jornal Impresso