Campus Party fomenta tecnologia no RN

Crédito: Assecom-RN /foto: Demis Roussos

O governador Robinson Faria marcou presença no terceiro dia da Campus Party (CP). Após cumprir agenda no município de São Fernando nesta sexta (13), Robinson acompanhou o agito do evento ao lado dos secretários de Estado e diretores de órgãos da Administração Direta e Indireta do Governo do RN.

Em um momento de interação com as atividades da maior feira de tecnologia do país, o chefe do Executivo estadual esteve no estande do Governo e percorreu a #cpjerimum prestigiando as exposições tecnológicas que movimentam o evento. Visitou o núcleo do Campus, um espaço localizado no centro da Arena que controla toda a conectividade virtual e oferece um primeiro andar com vista panorâmica do pavilhão; apreciou os estandes de entidades parceiras, como o da Justiça Federal do RN, da Federação das Indústrias (Fiern) e Sebrae-RN. Nas bancadas dos campuseiros, o governador foi imerso no mundo da tecnologia com impressoras 3D, robôs, ações de empreendedorismo, games e cosplayers; conheceu iniciativas de startups e makers e, na Arena de Drones, teve a experiência de pilotar pela primeira vez um drone.

Evento deixa contribuição para o estado

Recebido pelos parceiros e organizadores da CP, o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia e o diretor geral da feira, Tonico Novaes, Robinson já avalia os resultados positivos do evento. “Este é um legado que estamos deixando para todo o estado, sobretudo para os jovens participantes que estão tendo uma oportunidade única de partilha, de serem vistos em uma troca de experiências e conteúdos mundiais”, afirmou.

“Foram dois anos de parceria para realizarmos este evento aqui. O Governo teve grande interesse nessa realização que está sendo um sucesso e vai deixar um diálogo muito forte para todos. Pretendemos deixar cinco laboratórios de tecnologia em comunidades de Natal e região metropolitana para apresentar de uma forma mais inovadora a ciência e a tecnologia a uma parte da população que possivelmente teria menos acesso”, acrescentou Francesco.

Compartilhando dessa ideia, Tonico Novaes explicou que a parceria trouxe um apoio aos jovens através da quarta revolução que estamos vivenciando, que é a revolução digital, da tecnologia. “Estamos aquecendo esse ecossistema dentro do estado, por meio de incubadoras, startups, investidores e mentores”, completou. O diretor afirmou ainda que os principais projetos apresentados na #cpjerimun serão encaminhados para a edição nacional ou mesmo para as internacionais.

Alexandre Ferreira é um dos embaixadores da Campus Party e participa com palestras e oficinas na área de robótica. Natural do Paraná, ele trabalha na área de tecnologia há mais de vinte anos e participou de todas as edições da CP. Para o embaixador, o empenho do Governo em trazer a edição foi de causar um impacto junto aos jovens na medida em que destaca a atual importância da tecnologia. Questionado sobre o panorama local em meio ao nacional, Alexandre enfatizou o entusiasmo dos participantes. “Um aspecto que me chamou atenção foi o empenho, a vontade desses jovens em aprender. Pelo que percebi, os jovens têm uma dificuldade muito grande de aplicar e viver esse conhecimento e das duas uma: ou eles precisavam do espaço para aprender ou de um espaço para que tivessem alguns direcionamentos. Pode ter certeza que tem muita gente boa aqui que só precisa de uma oportunidade e agora estão tendo”, concluiu.

Governo coloca tecnologia a serviço da população

Suspenso no ar, sob a vela de uma asa delta, o jovem natalense Luiz Henrique, 19, utilizando óculos de realidade virtual, mexe a cabeça de um lado para o outro, para cima e para baixo, e sorri numa aparente satisfação de experimentar algo novo.

A cena dura três minutos e se repete, por meio de uma grande fila de interessados. Trata-se de em um dos atrativos do estande do Governo do RN que oferece aos visitantes da Open Campus, espaço gratuito e aberto ao público, a oportunidade de simular, por meio de uma realidade virtual, um voo de asa delta sobre seis principais obras desenvolvidas no estado: o prolongamento da Prudente de Morais, a Barragem de Oiticica, Estações de Tratamento de Esgoto e o Anel Viário Metropolitano, incluindo as obras do Sistema Viário da Avenida Moema Tinôco.

“A realidade virtual era uma coisa que eu sempre tive vontade de conhecer e foi mais divertido do que eu esperava. Além disso, conheci algumas obras que estão acontecendo no meu estado que eu não sabia”, disse Luiz Henrique.

Outra grande procura no estande tem sido o simulador de direção veicular, disponibilizado pelo Detran. Bem integrado à tecnologia do evento, o equipamento, semelhante a um vídeo game, é igual aos utilizados nas autoescolas e constrói uma realidade virtual apresentando as diversas situações enfrentadas no dia a dia do trânsito pelos condutores.

Há ainda o simulador do projeto da Fapern “HabitatMarte”, uma iniciativa do professor Júlio Rezende voltada para o estudo do planeta Marte.

Além disso, o Governo do RN realizou palestras e hackathons sobre alguns projetos que têm contribuído para o desenvolvimento tecnológico do estado nas suas mais diversas áreas como segurança, educação, administração, recursos humanos, turismo e agricultura. Duas já aconteceram, uma sobre a Plataforma Ceres – Como a startup do Governo beneficia mais de 200 cidadãos, e outra sobre Inovação Tecnológica e Inclusão Digital na Educação Pública do RN. Neste sábado (14), das 12h às 13h, acontece a terceira e última palestra que traz como tema o Portal CIOSP – Ferramentas de inteligência e segurança a serviço do cidadão.

Campus Kids

Tem sido difícil para os visitantes e campuseiros chegar à Campus Party e resistir ao trono feito por algumas dezenas de sansão, o coelhinho de estimação da Mônica, principal personagem de histórias em quadrinhos de Maurício de Sousa. O trono, situado logo na entrada do pavilhão, já remete a outro espaço bastante visitado por famílias e escolas, o Campus Kids. Uma área destinada para criação e interação de soluções tecnológicas educacionais, que também possui acesso gratuito ao público.

Atrelada ao espaço “Educação do Futuro”, o Kids reserva para jovens de 4 a 17 anos atividades de robótica e pensamento computacional de forma lúdica, como por exemplo a construção de robôs com legos.

Amanda Silva, 36 anos, mora em Natal e trouxe sua filha Alice, 6, para visitar o espaço Kids. “Ela tem muito interesse por robótica e hoje ela está sentindo-se plena”, comentou. É a primeira vez que mãe e filha visitam uma feira de tecnologia. “Eu vim por ela, não costumo me interessar muito sobre essa temática. Mas ela não, desde pequena é entusiasta”.

A programação do Educação para o Futuro segue até este sábado (14) com workshops e palestras gratuitas:

Palco

10h30 – Print (“Você já leu/escreveu algoritmos com uma criança hoje?”)
13h – Inteligência Artificial aplicada à interação Humano Robô. Uma breve viagem pelo contexto mundial.

17h – Captação de recursos para a educação.

Workshops

11h30 – Conceitos de Eletrônica para todas as idades com Kit Blocos.

15h – Quantos prints são necessários para criarmos um poema?

18h – Hackeando brinquedos eletrônicos para construção de materiais acessíveis.

0 thoughts on “Campus Party fomenta tecnologia no RN”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o Jornal Impresso