Monthly Archive: outubro 2018

Crédito: João Bezerra Júnior – Assessor de Comunicação/Foto: Rayssa Aline

A cultura nordestina e a cidade de Currais Novos perdeu um dos grandes nomes do forró autêntico e tradicional, o Mestre Antônio Lins, que faleceu nesta quinta-feira (18), deixando um grande legado para a cultura popular da região. Para o Presidente da Fundação Cultural “José Bezerra Gomes”, Ronaldo Gomes, Antônio Lins representa a essência da cultura popular. “Hoje, a cultura popular se torna mais pobre, o forró autêntico perde um de seus últimos tocadores da sanfona de ‘8 baixos’ do Brasil”, comentou. Em 2017, Antônio Lins foi uma das atrações do “Corredor Cultural” do FORRONOVOS, atraindo grande público. De acordo com o artista plástico Manoel Neto, “a forma de tocar e o instrumento usado por Antônio Lins são raríssimos e, quiçá, podem ser contados com os dedos das mãos quantas pessoas fazem o mesmo”. A Prefeitura Municipal de Currais Novos se solidariza com a família e amigos de Antônio Lins e deseja conforto e serenidade neste momento.

Crédito: João Bezerra Júnior – Assessor de Comunicação

Tem início nesta sexta-feira (19) em Currais Novos uma das maiores micaretas do interior do Rio Grande do Norte, o CARNAXELITA, que deverá atrair milhares de foliões durante o final de semana para curtirem atrações como Léo Santana, Bell Marques e Rafa e Pipo Marques. A partir das 21h desta sexta-feira (19), a Prefeitura Municipal de Currais Novos, através do Setor de Vigilância Epidemiológica Municipal, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde Pública e apoio da IV Regional de Saúde, dentro do Programa IST/AIDS, estarão realizando ações para prevenção e promoção à saúde e doenças sexualmente transmissíveis com foco na Sífilis em Stand localizado na Praça Cristo Rei.

O Stand da Saúde estará realizando testes rápidos e distribuindo preservativos para a população e o horário de funcionamento será: Sexta (19) das 21h às 01h do sábado; Sábado (20) das 21h às 01h do domingo; e Domingo (21) das 14h às 17h.

Ainda tabu para uma parcela da população, o autismo será discutido em audiência pública no próximo dia 30, às 9h, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. O atendimento às pessoas acometidas pelo autismo, o aumento no registro de casos e os esclarecimentos sobre o distúrbio serão alguns dos pontos em debate durante a discussão proposta pelo presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB). Na audiência, o Legislativo também lança a campanha “Autismo: entenda o ritmo de cada um”.

Definido como “uma condição geral para um grupo de desordens complexas do desenvolvimento do cérebro, antes, durante ou logo após o nascimento”, o autismo se caracteriza pela dificuldade na comunicação social e comportamentos repetitivos. Há 30 anos, o número de registros sobre o distúrbio era de 1 a cada 200 crianças. Hoje, no entanto, o número de registros dobrou, chegando a 1 a cada 100 crianças nos quatro primeiros anos de vida, que é quando os neurônios que coordenam a comunicação e os relacionamentos sociais deixam de formar as conexões necessárias. Em um universo particular, singular e desconhecido, o transtorno não tem cura e desafia a ciência, pois enquanto umas crianças não falam, outras desenvolvem o intelecto acima da média.

O atraso no diagnóstico prejudica o processo de aprendizagem e impede o desenvolvimento, já que os neurônios não são estimulados na fase certa e a criança perde a chance de aprender. Por isso, a importância de se começar o tratamento o mais cedo possível, que é o principal objetivo da campanha que será lançada pela Assembleia Legislativa.

“Ao longo dos anos, a Assembleia tem se aproximado cada vez mais da população e das questões que envolvem a sociedade. Foi assim que desenhamos a campanha da adoção de crianças em 2015; de combate ao mosquito Aedes Aegypt causador da microcefalia, em 2016; e a campanha da doação de órgãos, em 2017. No primeiro semestre deste ano, tratamos do aumento do abuso infantil contra a criança e agora abordamos o tema do Transtorno de Espectro Autista, para chamarmos a atenção da sociedade”, destaca Ezequiel Ferreira.

A campanha terá um vídeo elaborado pela agência Art&C, com o slogan “Autismo: entenda o ritmo de cada um” e será veiculada em meios de comunicação do Estado. De acordo com diretora de Comunicação Institucional, Marília Rocha, o objetivo da Casa com a campanha é colaborar com o fim de preconceitos e informar a população sobre os temas em destaque. Segundo ela, alguns temas, por mais que sejam importantes, não são debatidos da maneira que deveriam pela sociedade e o Legislativo tem buscado quebrar esses tabus, promovendo a discussão e buscando contribuir para se despertar o interesse e a consciência da população sobre esses assuntos.

ASCOM – Reitoria/UFRN

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aprovou em sessão ordinária na última terça-feira, 16, o quadro de vagas que serão ofertadas em 2018 por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A instituição disponibilizará o total de 6.933 vagas, sendo 4.649 para o primeiro semestre e 2.284 para o 2º semestre. O número representa um aumento de 10 vagas em relação ao ano passado, em virtude da ampliação da oferta para ingresso no curso de Letras-Francês.

A Resolução nº 164/2018 do Consepe também aprova as vagas de outros processos seletivos para 2019: serão 750 para os cursos com reingresso de segundo ciclo; 226 para as graduações com Processo Seletivo Específico (PSE); 105 por meio do Programa de Estudantes Convênio de Graduação (PEC-G); 54 para o convênio com instituições do Timor Leste e 61 vagas para mobilidade interna, na qual os estudantes são transferidos para o mesmo curso de outro campus da UFRN.

Todos os processos seletivos somam 8.129 vagas para ingresso de novos alunos na universidade em 2019. A mesma resolução aprovou a mudança dos nomes dos cursos de Agronomia para Engenharia Agronômica, e Gestão em Sistemas e Serviços em Saúde para Saúde Coletiva. Além disso, o Consepe acatou a oferta de 20 vagas do curso de Tecnologia da Informação via PSE, para ingresso de alunos do curso técnico em Tecnologia da Informação e do programa Talento Metrópole.

AR Alan Rios – Especial para o Correio Brasiliense

Estudantes da Universidade de Brasília encontraram uma pichação que ameaça um massacre armado na instituição “se o Bolsonaro for eleito”. A frase foi escrita na porta de um banheiro e faz referência a escola Columbine, de Colorado, nos Estados Unidos. Em 1999, dois adolescentes armados invadiram o local e atiraram contra alunos, professores e funcionários, assassinando 13 pessoas e ferindo 21.

A foto da pichação foi divulgada por um aluno em suas redes sociais, no último dia 11. Ele se disse assustado e com medo do que leu. A postagem chegou ao conhecimento da UnB, que respondeu através do Twitter que “repudia atos de vandalismo como esse, especialmente pelo seu conteúdo ameaçador à comunidade universitária”.

Ainda segundo a universidade, o caso será analisado pela Administração Superior, que soube da pichação por meio da foto postada nas mídias sociais. A UnB também informou que a imagem foi reportada à Polícia Federal que já iniciou a investigação para punir severamente p autor ou autores do que consideram um atentado a democracia.

Por Andréia Sadi

Parlamentares que foram derrotados nas urnas e políticos do Executivo que ficarão sem foro privilegiado a partir de 2019 já discutem nos bastidores uma agenda para tentar “engessar” investigações policiais.

Segundo o blog apurou, a ideia é tentar convencer congressistas a retomar, após a eleição, a discussão de pautas como o projeto contra o abuso de autoridade, já aprovado no Senado, e que está parado na Câmara.

Além disso, querem aprovar uma espécie de anistia ao crime de caixa dois. Ou seja: livrar quem tiver recebido doações via caixa dois em eleições passadas.

A principal preocupação dos políticos que estão na mira da Justiça é que, sem foro privilegiado, as investigações contra eles possam ser aceleradas.

Há resistências ao plano, segundo parlamentares ouvidos pelo blog. Políticos que foram reeleitos e continuarão no Congresso a partir de 2019 ainda não estão dispostos a fazer “o sacrifício” e enfrentar o desgaste de aprovar pautas de sobrevivência política para beneficiar seus colegas “demitidos” pelos eleitores.

Eles consideram que o recado das urnas foi claro ao punir quem se envolveu em escândalos de corrupção.

Diante da resistência, políticos tentam costurar um acordo para que matérias “pactuadas”, especialmente em relação à anistia ao caixa dois, possam andar até o fim do ano. Mas admitem que os políticos derrotados, hoje, não têm voto para dar prosseguimento a pautas mais radicais contra investigações.

Por Camila Bomfim, TV Globo — Brasília

A Polícia Federal (PF) está a procura do presidente nacional do PROS, Euripedes Júnior, para cumprir mandado de prisão decretado pela Justiça Federal do Pará na Operação Partialis. Euripedes é alvo da operação deflagrada nesta quinta-feira (18) para apurar desvio de recursos públicos federais destinados a aquisição de gases medicinais no Pará.

O presidente da legenda não estava no endereço informado para cumprimento da prisão e, segundo investigadores, a defesa está em contato com a PF para que ele se apresente ainda nesta quinta.

O PROS afirmou, por meio de nota, que não há qualquer envolvimento do partido ou do presidente do partido em atos ilícitos. Disse, ainda, que “preza pela lisura e transparência de sua gestão” e que está à disposição para prestar “todos os esclarecimentos necessários”. (íntegra da nota do partido ao final da reportagem)

A Operação Partialis é um desdobramento da Operação Asfixia, de junho de 2016, para apurar fraudes em licitações promovidas pela Prefeitura de Marabá.

Durante as investigações, descobriu-se um esquema de ilícitos dentro da prefeitura, que consistia na cobrança de valores por parte de servidores municipais em troca da facilidade no recebimento de valores atrasados.

Na operação desta quinta, a PF cumpriu, em parceria com a Receita Federal, 17 mandados em Marabá, Altamira e Brasília (DF).

Nota do PROS

Sobre as notícias de hoje acerca de uma operação da Polícia Federal e Receita Federal em endereços relacionados ao PROS, o partido esclarece que:

  • O ex-prefeito de Marabá, João Salame, não é filiado ao PROS conforme certidão do TSE;
  • O MP se pronunciou contrário à prisão temporária presente na decisão judicial que gerou a operação;
  • O PROS preza pela lisura e transparência de sua gestão e estará à disposição para prestar todos os esclarecimentos necessários;
  • Não há qualquer envolvimento do partido ou do presidente do partido em atos ilícitos;
  • Os advogados do partido e do presidente da sigla estão tomando ciência do processo para maior esclarecimento dos fatos. De toda forma, não há qualquer relação com as informações inicialmente apontadas e nem com a prefeitura de Marabá;
  • Todas as movimentações partidárias são devidamente informadas aos órgãos competentes conforme legislação.

Crédito matéria e fotos: Jornal de Fato

De forma fria, porém, admitindo que está arrependido, o agricultor Paulo Batista de Souza em entrevista a uma emissora de televisão local (VEJA VÍDEO) confessou ter matado a menina Maria Clara, de 12 anos, fato ocorrido na zona rural do município de Apodi, no Médio Oeste do Rio Grande do Norte.

“Raiva dela por causa de confusão que houve lá na casa dela, envolvendo eu, ela e o padrasto dela”, disse, ao responder sobre o que tinha levado a cometer o crime.

Na entrevista, Paulo Batista pede perdão aos familiares da vítima e disse que cometeu o crime “sem pensar” e que foi coisa que passou por sua cabeça “sem eu pensar.”

Paulo, que é cunhado da vítima, foi preso na tarde de quarta-feira (17) em Apodi. No mesmo dia, policiais encontraram a ossada da vítima numa área próxima ao Sítio Góis, zona rural.

Maria Clara estava desaparecida há vários dias e seus familiares não tinham desconfiança do que havia ocorrido.

No primeiro depoimento ao delegado Rafael Câmara, o acusado confessou o crime. Ele já havia sido preso há algum tempo acusado de aliciar uma menor idade, justamente a irmã da Maria Clara, com quem passou a conviver.

A ossada encontrada pela polícia foi encaminhada para exame no Técnico-Científico de Perícia (ITEP) em Mossoró e passará por exame de DNA em Natal.

Paulo Batista foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Apodi. Ele deverá ser transferido para uma cadeira pública em outra cidade, por medida de segurança.

Crédito das Fotos:  João Gilberto

A terra do Sol e do Sal é também, há cinco anos, a terra da Cidadania. A iniciativa potiguar do Setembro Cidadão, pioneira em todo o País, recebeu homenagem na Assembleia Legislativa na dia (15), em sessão solene por iniciativa do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB). O parlamentar se comprometeu a que o parlamento continue apoiando o projeto, idealizado pelo juiz Jarbas Bezerra e a advogada e secretária judiciária do TRE, Lígia Limeira. Os deputados Cristiane Dantas (PPL) e Hermano Morais (MDB) também prestigiaram a homenagem.

“Os cinco anos do Setembro Cidadão, hoje comemorados, refletem que, cada vez mais, a iniciativa de criá-lo foi um grande passo para promover contribuições que incidirão na formação de pessoas responsáveis e solidárias, que conheçam e exerçam os seus direitos e deveres em diálogo e em respeito aos outros”, destacou o deputado, que fez um resumo das ações desta edição, onde foram realizadas mais de 25 atividades por todo o Estado: educação, inclusão social, esporte, música, literatura, história e muita cultura.

Os ajustes na lei, a criação de um Selo Comemorativo e o apoio ao Memorial, para que, a exemplo deste ano, continue itinerante nos shoppings da cidade e assim dê ainda mais visibilidade ao projeto, foram os pleitos do juiz Jarbas Bezerra, aos quais o presidente externou o total apoio da Casa.

Ezequiel Ferreira ressaltou que uma das premissas da construção das sociedades contemporâneas é de que os indivíduos, na condição de cidadãos, possuam direitos respeitados pelo Estado e pela sociedade, como o de participar politicamente da construção de sua própria sociedade.

“Quanto maior a participação dos cidadãos, maiores as chances de que se produzam melhorias nas condições de vida da população e para atuarmos precisamos somar forças e compartilhar conhecimentos e responsabilidades”, disse o deputado.

Em seu pronunciamento, Jarbas Bezerra fez um agradecimento aos poderes Legislativo e Executivo pela aprovação e sanção da lei, respectivamente, e de forma nominal a todos os que, em suas áreas de atuação profissional, contribuíram e vem contribuindo para o fortalecimento do projeto em suas áreas específicas. Além dos idealizadores, foram homenageados na solenidade Arturo Arruda Câmara, João Maria Mendonça de Moura, Lúcia de Fátima de Oliveira Barbosa, Marco Antônio Medeiros, Ricardo Pinto de Araújo e Sâmya Aby Faraj Linhares Bastos.

“Ao agradecer a presença de todos os que estão aqui, amigos, autoridades e pessoas que compõem o nosso programa, destaco que nós precisamos da união, é a conjugação de todos que pode transformar este País numa grande nação”, encerrou o juiz Jarbas Bezerra.

Crédito: INFORMAÇÕES À IMPRENSA: João Bezerra Júnior – Assessor de Comunicação

A Prefeitura Municipal de Currais Novos através da Coordenação de Meio Ambiente da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Abastecimento (SEMAAB) realiza a partir desta quinta-feira (18) o cadastro dos estabelecimentos geradores de resíduos da saúde, questionário este disponível através do sitehttp://prefeituracurraisnovos.com.br/ ou do Linkhttps://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSccGt8BYUU8ZOEHnfPz99-wSNRXMl9KtgdPkNIsK7EH5GVyew/viewform que deve ser preenchido e entregue até o dia 02 de novembro na sede da SEMAAB (Antigo CSU) ou enviado de forma online.

De acordo com a SEMAAB, os geradores de resíduos que deverão se cadastrar são aqueles especificados na Resolução CONAMA nº 358 de 29 de abril de 2005, a qual aplica-se à “todos os serviços relacionados com o atendimento à saúde humana ou animal, inclusive os serviços de assistência domiciliar e de trabalhos de campo; laboratórios analíticos de produtos para saúde; necrotérios, funerárias e serviços onde se realizem atividades de embalsamamento (tanatopraxia e somatoconservação); serviços de medicina legal; drogarias e farmácias inclusive as de manipulação; estabelecimentos de ensino e pesquisa na área de saúde; centros de controle de zoonoses; distribuidores de produtos farmacêuticos; importadores, distribuidores e produtores de materiais e controles para diagnóstico in vitro; unidades móveis de atendimento à saúde; serviços de acupuntura; serviços de tatuagem, entre outros similares” (Art. 1º).

 

A InterTV Cabugi, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Norte, divulgou no início da noite desta quarta-feira (17) a primeira pesquisa Ibope sobre o segundo turno das eleições para governo do estado.

Segundo o levantamento, a candidata do PT, Fátima Bezerra, lidera a disputa com uma vantagem de 6 pontos sobre o candidato do PDT, Carlos Eduardo.

Veja os números:

VOTOS TOTAIS – ESTIMULADA:

Fátima Bezerra (PT) – 48%

Carlos Eduardo (PDT) – 42%

Branco/nulo – 8%

Não sabe – 2%

De acordo com o levantamento do Ibope, os candidatos estão empatados tecnicamente no limite da margem de erro, que é de 3 pontos para mais ou para menor.

VEJA OS VOTOS VÁLIDOS:

Fátima Bezerra (PT) – 54%

Carlos Eduardo (PDT) –  46%

SOBRE A PESQUISA

Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Entrevistados: 812 pessoas em 40 cidades

Quando a pesquisa foi feita: 14 e 16 de outubro

Registro TSE: BR-08202/2018

Registro no TRE/RN: RN?07695/2018

Nível de confiança: 95%

Contratantes da pesquisa: Inter TV Costa Branca

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Crédito: Rayane Guedes/Assessoria de Imprensa

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE/RN) abriu um procedimento preparatório para demanda coletiva para verificar a oferta dos exames de aortografia abdominal e arteriografia na rede estadual e municipal de saúde. Até setembro deste ano, a Central Metropolitana de Regulação (CER/Sesap) contabilizava 328 pacientes aguardam autorização para realização dos exames.

O Núcleo Especializado em Demandas da Saúde da DPE/RN recebeu, entre os meses de julho a setembro deste ano, onze reclamações de usuários do SUS que aguardavam a autorização para a realização dos exames. Referência em cirurgias vasculares, o Hospital Estadual Dr. Ruy Pereira informou através de ofício que não realiza os exames de aortografia e que deixou de realizar o exame de arteriografia há cerca de um ano. Segundo a direção do hospital, o motivo foi a ausência de condições técnicas adequadas.

De acordo com a Central de Regulação, o Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) seria, atualmente, o único prestador do serviço no Rio Grande do Norte, porém encontra-se sem realizá-lo devido às dificuldades na aquisição dos materiais e insumos. O exame de arteriografia é realizado para o estudo das doenças arteriais e é indicado principalmente para o diagnóstico e avaliação da gravidade da doença vascular cerebral da aorta e de artérias periféricas, investigar aneurismas e má formação arterial. Já a aortografia é um exame para visualizar a parede das artérias e verificar a presença de obstruções ou dilatações, na artéria aorta e seus ramos nas regiões do tórax, abdômen, braços ou pernas.

Com a abertura do procedimento preparatório, a Defensoria enviou ofícios a Secretaria Estadual de Saúde Pública, Secretaria Municipal de Saúde, Hospital Universitário Onofre Lopes e ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel para esclarecer, no prazo de cinco dias úteis, como está a atual oferta dos exames e os procedimentos que estao sendo adotados para normalizá-la.

Por um período de 48 horas, as cidades de Currais Novos, Acari, Bodó, Cerro-Corá, Florânia, Lagoa Nova, Tenente Laurentino Cruz, São Vicente e Jucurutu terão suspensão no abastecimento de água. A medida teve início nesta quarta-feira, 18.

Segundo a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), nesses dois dias equipes vão trabalhar na mudança no ponto de captação da adutora de Serra de Santana na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, avançando três quilômetros para melhorar a operação.

Ainda de acordo com a Caern, os municípios são atendidos pelo Sistema Produtor Integrado Serra de Santana, na região Seridó do Estado, e a interrupção no abastecimento se dará para que seja feito um trabalho de realocação da captação de água.

A companhia informa que o quadro de seca baixou os níveis dos mananciais o que torna necessária a execução de serviços para garantir o abastecimento.

Logo que o serviço for concluído, o sistema será religado, levando 72 horas para que esteja totalmente pressurizado e com o fornecimento normalizado, informa o órgão.

O Ministério Público Eleitoral instaurou procedimento para analisar as denúncias quanto ao suposto grupo de whatsapp “Opressores RN 17”, no qual teriam sido feitas ameaças de morte, estupro e outros tipos de violência a eleitores contrários, por meio da possível organização de um grupo armado.

Após analisar os indícios de veracidade, ou não, do diálogo mantido na rede social, a Procuradoria Regional Eleitoral no Rio Grande do Norte deverá decidir sobre a remessa do caso ao promotor eleitoral competente, se for o caso de apuração de possível crime do artigo 301 do Código Eleitoral (Usar de violência ou grave ameaça para coagir alguém a votar, ou não votar, em determinado candidato ou partido, ainda que os fins visados não sejam conseguidos).

Por outro lado, na hipótese de se tratar de propaganda falsa (grupo fake), com intuito de promover publicidade negativa de candidato, o procedimento será encaminhado para algum dos procuradores auxiliares eleitorais.

Crédito: João Bezerra Júnior – Assessor de Comunicação

Articular e fortalecer a rede intersetorial de políticas públicas de Currais Novos com o intuito de criar um fluxo de atendimento à mulher vítima de violência doméstica é o objetivo principal da “II Jornada de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher”, projeto da Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SEMTHAS) através do CREAS – Centro de Referência Especializado em Assistência Social, que realizará até o próximo dia 26 de novembro diversos encontros e ações com a comunidade para refletir sobre este problema.

De acordo com a coordenação do CREAS de Currais Novos, a jornada tem o intuito de levar esta discussão da violência contra a mulher para diversos bairros da cidade e informar, conscientizar e empoderar as mulheres sobre as violações de direitos que perpassam seu cotidiano. Um dos objetivos do projeto é capacitar toda a rede intersetorial do município para a identificação e atendimento qualificado às vítimas.

Dentro da Jornada acontecerá a “I Conferência de Violência Contra a Mulher”, que acontecerá na próxima segunda-feira (22) com a palestra da Promotora de Justiça Erika Canuto às 14h no Auditório da CDL. A palestra abordará a rede de proteção e enfrentamento à violência doméstica contra a mulher, e tem como objetivo informar, capacitar e mobilizar a rede de proteção à mulher vítima de violência, desde a compreensão até o enfrentamento.

Na programação da jornada estão previstas rodas de conversas, sessão na Câmara de Vereadores para discutir o assunto, articular as entidades e empossar o I Conselho Municipal da Mulher de Currais Novos, o “Ônibus Lilás”, que atenderá mulheres vítimas de violência doméstica, além de outras importantes ações.

Crédito: Calendarr BRASIL

A partir da meia-noite do dia 04 de novembro, os relógios brasileiros serão ADIANTADOS em 1 horanos estados em que o Horário de Verão é válido.

Este ano o Horário de Verão começa mais tarde por conta das Eleições 2018. Embora tenha sido cogitado um segundo adiamento do início do horário de verão para o dia 18 de novembro (com o objetivo de não interferir com o Exame Nacional do Ensino Médio), este não se concretizou.

O Horário de Verão consiste no adiantamento do relógio durante as estações do verão e primavera, onde os dias são mais longos. O objetivo é ajudar no racionamento de energia elétrica, fazendo as pessoas aproveitarem mais a iluminação natural do Sol.

Quando o Horário de Verão chegar ao fim, os relógios devem ser ATRASADOS, ou seja, quando for 00h (meia-noite), a hora deve voltar para às 23h (11 horas da noite).

O Horário de Verão surgiu pela primeira vez no Brasil com o Decreto de Lei nº 20.466, de 1º de outubro de 1931, estipulando o adiantamento do relógio em uma hora em todos os estados do território brasileiro. Atualmente, os estados da região Norte e Nordeste não participam do Horário de Verão.

O horário de verão existe atualmente em 30 países. A grande exceção são os países localizados na faixa equatorial, onde não existem variações de estações e o clima mantêm-se o mesmo em quase todo o ano.

Confira a tabela com as datas de início e término do Horário de Verão no Brasilpara os próximos 10 anos!

 

Crédito: Por Fernanda Vivas, TV Globo — Brasília

O Conselho de Ética da Câmara instaurou nesta terça-feira (16) processos disciplinares para apurar se três deputados do PT cometeram quebra de decoro parlamentar – Paulo Pimenta (RS), Wadih Damous (RJ) e Paulo Teixeira (SP). A TV Globo fez contato com os gabinetes dos três deputados e aguardava resposta até a última atualização desta reportagem.

Os processos têm origem em uma representação do PSL, partido do presidenciável Jair Bolsonaro. Segundo o partido, os três deputados agiram de má-fé ao pedirem habeas corpus em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante um plantão do Tribunal Regional da 4ª Região, em julho.

Na ocasião, ao analisar o pedido, o desembargador federal Rogério Favreto com sede em Porto Alegre, decidiu conceder liberdade a Lula. Posteriormente, a decisão de Favreto foi cassada, e o ex-presidente permaneceu preso.

O presidente do Conselho de Ética, Elmar Nascimento, escolheu o deputado Jorginho Mello (PR-SC) como o relator do caso. Mello fez parte de uma lista de três nomes de possíveis relatores. Além de Mello, foram sorteados Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) e Kaio Maniçoba (SD-PE).

Caberá ao relator elaborar um parecer preliminar, no qual será avaliado se as representações atendem aos critérios técnicos. O prazo para a formulação do relatório é de dez dias úteis.

O parecer será colocado em votação no Conselho de Ética e, se tiver o aval do colegiado, as investigações prosseguem por mais 40 dias úteis.

Ao final dessa etapa, o relator prepara um parecer final, em que vai recomendar o arquivamento da apuração ou a aplicação de pena, que pode ser até a cassação do mandato.

Crédito da Foto: João Gilberto

Os 30 anos da Academia Mossoroense de Letras (Amol) foram prestigiados em sessão solene na Assembleia Legislativa que reuniu, nesta terça-feira (16),  intelectuais da cidade, um dos grandes celeiros da produção cultural do Rio Grande do Norte. A propositura foi da deputada estadual Larissa Rosado (PSDB).

“Inegavelmente, Mossoró tem contribuição histórica para o Estado e o Brasil. A cultura que é uma das marcas da cidade é um elemento do próprio desenvolvimento do Rio Grande do Norte. Nesse sentido, a produção literária da cidade é uma expressão dessa riqueza cultural. Não por acaso, Mossoró é um dos poucos municípios do Brasil que tem sua própria academia de letras, a qual hoje tem nesta Casa seus trabalhos reconhecidos”, destacou a propositora da homenagem.

Nomes que fomentaram a produção literária de Mossoró desfilaram no Plenário Clóvis Motta. Foram homenageados nomes como Filemon Pimenta (autor do recente ‘Fatos do Tempo’), Benedito Vasconcelos Mendes, idealizador do Museu do Sertão de Mossoró, Elder Heronildes da Silva, que falou em nome dos homenageados.

“A Amol vem sendo responsável por preservar parte de nosso patrimônio cultural. Mossoró eleva aqui sua voz em gratidão à Assembleia Legislativa, que dignifica o âmago de tanta gente. Muito obrigado não só à deputada propositora, mas a todos aqueles que anuíram à homenagem”, destacou Heronildes.

Foram ainda agraciados pelas honrarias Francisco Obery Rodrigues, Geraldo Maia do Nascimento, Josafá Inácio da Costa, José Welligton Barreto, Maria do Socorro Cavalcanti, Ricardo Alfredo de Souza, Padre Sátiro Cavalcanti Dantas, Taniamá Vieira da Silva Barreto, Wilson Bezerra de Moura e Zélia Macêdo Lopes Heronildes da Silva.

 

Crédito Jornal de Fato

A distância do líder para o segundo colocado é de 18 pontos, considerando apenas os votos válidos.

– Jair Bolsonaro – 59%

– Fernando Haddad – 41%

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

Para vencer no 2º turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Nos votos totais, o resultado é o seguinte:

– Jair Bolsonaro – 52%

– Fernando Haddad – 37%

Em branco/nulo – 9%

Não sabe – 2%

REJEIÇÃO

A pesquisa também apontou o potencial de voto e rejeição para presidente. O Ibope perguntou: “Para cada um dos candidatos a Presidente da República citados, gostaria que o(a) sr(a) dissesse qual destas frases melhor descreve a sua opinião sobre ele”?

Jair Bolsonaro

– Com certeza votaria nele para presidente – 41%

– Poderia votar nele para presidente – 11%

– Não votaria nele de jeito nenhum – 35%

– Não o conhece o suficiente para opinar – 11%

– Não sabem ou preferem não opinar – 2%

Fernando Haddad

– Com certeza votaria nele para presidente – 28%

– Poderia votar nele para presidente – 11%

– Não votaria nele de jeito nenhum – 47%

– Não o conhece o suficiente para opinar – 12%

– Não sabem ou preferem não opinar – 2%

 

INTENÇÃO DE VOTOS POR SEXO

MASCULINO

Bolsonaro – 58%

Haddad – 33%

Branco/nulo – 6%

Não sabe/não respondeu – 2%

FEMININO

Bolsonaro – 46%

Haddad – 40%

Branco/nulo – 11%

Não sabe/não respondeu – 3%

POR ESCOLARIDADE

ENSINO FUNDAMENTAL – ATÉ 4ª SÉRIE

Bolsonaro – 41%

Haddad – 52%

Branco/nulo – 3%

Não sabe/não respondeu – 4%

ENSINO FUNDAMENTAL – 5ª A 8ª SÉRIE

Bolsonaro – 46%

Haddad – 41%

Branco/nulo – 11%

Não sabe/não respondeu – 2%

ENSINO MÉDIO

Bolsonaro – 56%

Haddad – 33%

Branco/nulo – 9%

Não sabe/não respondeu – 3%

ENSINO SUPERIOR

Bolsonaro – 57%

Haddad – 30%

Branco/nulo – 11%

Não sabe/não respondeu – 2%

POR REGIÃO

SUDESTE

Bolsonaro – 58%

Haddad – 29%

Branco/nulo – 10%

Não sabe/não respondeu – 3%

SUL

Bolsonaro – 46%

Haddad – 40%

Branco/nulo – 11%

Não sabe/não respondeu – 3%

Bolsonaro – 62%

Haddad – 28%

Branco/nulo – 7%

Não sabe/não respondeu – 2%

NORTE-CENTRO OESTE

Bolsonaro – 59%

Haddad – 33%

Branco/nulo – 7%

Não sabe/não respondeu – 7%

NORDESTE

Bolsonaro – 33%

Haddad – 57%

Branco/nulo – 8%

Não sabe/não respondeu – 2%

Crédito: João Bezerra Júnior – Assessor de Comunicação

Idealizado com a proposta de fortalecer os vínculos sociais e comunitários através da magia do cinema, o “CINE CRAS”, projeto dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) de Currais Novos “Dra. Fátima Barbosa” e “Tetê Salustino” levará para diversos bairros a arte cinematográfica com o intuito de debater temas como convivência, tolerância, respeito á diversidade, entre outros assuntos voltados ao trabalho social. O projeto é uma realização da Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SEMTHAS) da Prefeitura Municipal de Currais Novos.

A primeira sessão do “CINE CRAS” acontece nesta quarta-feira (17) no Centro de Múltiplo Uso “Manoel Garcia” no bairro Dr. José Bezerra de Araújo a partir das 18h com a exibição do filme “Extraordinário”.

De acordo com os CRAS’s, a expectativa é realizar o projeto quinzenalmente em bairros diferentes, além de realizar momentos de reflexão e apresentar à comunidade os serviços ofertados pelos CRAS’s como os grupos de convivência do PAIF – Programa de Atenção Integral à Família.

Leia o Jornal Impresso