“Feira Livre – Onde o Passado e o Presente se Encontram”, este título do  traile do filme que recentemente, fez grande sucesso no maior evento de extensão da Unversidade Federal do Rio Grande do Norte e, agora, está ao alcance de um click no YouTube. O curta é dirigido por Dynho Silva, Diógenes Nóbrega e produzido por Eliabe Alves, em parceria com o projeto Trilhas Potiguares.

A produção cinematográfica,  esteve em exibição na CIENTEC, a feira de ciência e tecnologia promovida pela UFRN em Natal, na ocasião os produtores fizeram também a divulgação do filme na INTER TV CABUGI, na REDE TV e no programa “Olhar Independente”, produzido pela TVU e dedicado a divulgação do Cinema Potiguar.

Depoimentos:

“O filme não se propõe a mostrar o contexto histórico da feira! Muito menos explorar o universo de centenas de pessoas que trabalham ou passam por ali. O filme desenha com suavidade e poesia minha visão artística da feira livre, um local de encontros, culturas, negócios, e acima de tudo, gerações (…) um registro precisava ser feira”

Dynho Silva

(Direção, fotografia e roteiro)

“A cultura nordestina, é a fonte onde buscamos inspiração para realizar nossas produções (…). A feira é uma caldeirão cultural, local onde há uma instigante interação de gerações, épocas e saberes. A feira é palco dos poetas, artistas anônimos é, sobretudo, o local de uma enorme diversidade de cores e sabores. Tudo Isto, é retratado em nosso filme.”

Eliabe Alves

(Produção e roteiro)

“Na verdade eu acho que a gente aprendeu muito mais, nossa proposta de oficina foi discutir a estética do audiovisual a partir dos aparelhos que eles utilizavam, a gente ficou surpreso com a qualidade das imagens e com a criatividade que a turminha lá da cidade já tinha.”

Diógenes Nóbrega

(Monitor do Projeto Trilhas Potiguares, Diretor Cinematográfico)

É o cinema de Lagoa Nova agora em nível estadual.

ASSISTA O TRAILER NO YOUTUBE: https://youtu.be/wltd2f0pOF4

A Assembleia Legislativa prestará homenagem aos advogados trabalhistas do Rio Grande do Norte, em sessão solene que acontece na próxima quarta-feira (22), às 9h, no plenário da Casa. O propositor da solenidade, deputado George Soares (PR), destaca a importância do papel desempenhado pelos profissionais frente às relações de trabalho.

“A missão do advogado trabalhista merece ser reconhecida por ajudar a sociedade a solucionar os conflitos surgidos nas relações entre empregados e empregadores, de forma justa e eficiente”, disse George Soares.

Para representar o conjunto de advogados trabalhistas, irão ser homenageados os seguintes profissionais: Adherbal Atílio de Castro, Augusto Costa Maranhão, Evandro de Freitas Praxedes, Francisco das Chagas Rocha, José de Deus Alves (In Memoriam), Marcos de Holanda, Paulo Eduardo Pinheiro Teixeira, Roneide Pereira Da Silva, Simone Leite Dantas e Wagner Soares Ribeiro.

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, negou mais uma vez, hoje, o pedido do ex-presidente da Câmara e deputado cassado Eduardo Cunha para ser transferido para Brasília ou para o Rio de Janeiro.

“Não é conveniente a transferência definitiva do condenado para Brasília ou para o Rio de Janeiro, considerando o modus operandi da prática de crimes pelo condenado, com utilização de sua influência política para obtenção de vantagem indevida mediante corrupção”, diz o despacho.

Sendo assim, Cunha deve continuar preso no Complexo Médico-Penal (CMP) em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele foi preso em outubro de 2016. Já condenado na Operação Lava Jato, o peemedebista também responde a um processo no Distrito Federal, referente à Operação Sépsis.

Por esse motivo, nesta segunda-feira, ele está no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal. A transferência temporária foi para que ele prestasse depoimento no processo sobre desvio do FI-FGTS.

Em agosto deste ano, Cunha já tinha pedido para ser transferido, mas Moro não permitiu.

A defesa do deputado cassado pede a transferência por quatro motivos: para a “redução de custos com o traslado do preso”; porque os escritórios dos advogados dele ficam em Brasília; porque a ex-esposa dele mora em Brasília; e porque, antes de ser preso, ele morava no Rio de Janeiro e, assim, seria “mais fácil deslocar o núcleo familiar carioca até Brasília do que a Pinhais”.

No despacho desta segunda-feira, Moro justifica a permanência de Cunha dizendo que, em Curitiba, a influência política do deputado cassado é menor do que nas outras capitais. Isso, conforme o juiz federal, pode prevenir ou dificultar a prática de novos crimes.

“Sua influência política em Curitiba é certamente menor do que em Brasília ou no Rio de Janeiro. Mantê-lo distante de seus antigos parceiros criminosos prevenirá ou dificultará a prática de novos crimes e, dessa forma, contribuirá para a apropriada execução da pena e ressocialização progressiva do condenado”, acrescenta Moro.

Em março deste ano, Moro condenou Cunha a 15 anos e quatro meses de prisão, pelos crimes de corrupção passiva, evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

A construção de um plano de trabalho para a elaboração de projeto técnico para as agrovilas que serão construídas para as famílias atingidas pela Barragem de Oiticica foi ponto de pauta entre titular da Secretaria de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária (Seara), Raimundo Costa, o Secretário Adjunto da Secretaria de Meio Ambiente e de Recursos Hídricos do Estado (Semarh), Mairton França e a Subcoordenadora de Projetos e Estudos de Infraestrutura Hídrica (Coinfra) da Semarh, Beatriz Souza. Eles se reuniram nesta segunda- feira (20) para tratar da temática em questão e já irão iniciar a elaboração do projeto técnico, que será encaminhado ao Ministério da Integração.

O Secretário Raimundo Costa explicou que serão construídas agrovilas nos municípios de Jucurutu, São Fernando e Jardim do Seridó e que as áreas para as obras já foram identificadas para dar celeridade ao processo. O Secretário Raimundo Costa informou ainda que a comissão composta pela Seara, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do RN (Fetarn), Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários (Seapac), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Movimento dos Atingidos pela Construção da Barragem já elaboraram as diretrizes gerais que nortearão a concepção do modelo das agrovilas. Ao todo serão reassentadas 112 famílias, que serão distribuídas em três agrovilas.

No próximo dia 18 de dezembro, na Câmara Municipal de Jucurutu, as instituições envolvidas irão se reunir, em uma audiência pública, para dar continuidade à discussão.

 

Foram inaugurados, nesta sexta-feira, 17, novos espaços do Hospital Universitário Ana Bezerra da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Huab-UFRN), filiado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal filiada ao Ministério da Educação (MEC). Foram disponibilizados cinco novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, cinco novos leitos de Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal Convencional, novas instalações da Enfermaria da Unidade de Saúde da Mulher e o Anexo I Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi – UFRN (Facisa).

Para o presidente da Ebserh, Kleber Morais, trata-se de mais um reforço importante no atendimento à saúde da população do Rio Grande do Norte. “Além da melhoria no atendimento aos nossos pacientes, teremos ainda avanço no desenvolvimento dos profissionais que prestam serviço ao hospital, bem como nossos estudantes e residentes. Isso alia a prestação do serviço de saúde ao ensino e à pesquisa, que são os pilares da Rede Ebserh”, esclareceu o gestor.

A superintendente do Huab, Maria Claudia Medeiros fez um pequeno histórico das obras e falou da sua importância para a cidade, agradecendo ainda o esforço da Ebserh no aporte de recursos financeiros importantes, além da UFRN, prefeitura e parceiros.

Participaram da inauguração a reitora da UFRN, Ângela Paiva, o vice-prefeito de Santa Cruz, Ivanildo Ferreira Filho, o deputado estadual Tomba Farias, além de convidados.

UTI Neonatal

A nova ala ocupa uma área de 120 m2, no primeiro andar do Huab e tem investimento total de, aproximadamente, R$ 1,9 milhão, incluindo estrutura e equipamentos. Além disso, conta com uma equipe multidisciplinar composta por médicos intensivistas, neonatologistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos e nutricionistas.

A unidade receberá bebês com idade de 0 a 28 dias que venham a nascer na instituição, bem como em outras unidades de baixa complexidade e que apresentam quadros de saúde com necessidade de tratamento intensivo, como prematuridade, insuficiência respiratória, malformação, dentre outros. Os novos leitos são entregues durante a Semana da Prematuridade, comemorada em todo o país e por hospitais da Rede Ebserh.

Saúde da Mulher

As novas instalações foram planejadas com o objetivo de ampliar e fortalecer a capacidade do Huab em acolher adequadamente as gestantes e as mulheres que procuram esse serviço em busca de um atendimento com conforto e  qualidade. O novo espaço viabilizará também ao corpo assistencial e acadêmico desenvolver as suas práticas de modo mais efetivo por proporcionar um ambiente que permite a diversificação das condutas clínicas e do ensino em serviço. Sua reforma significou um investimento de, aproximadamente, R$ 83 mil custeados com recursos próprios.

Anexo I da Facisa

O espaço contempla, em sua estrutura, quatro salas de aulas, uma sala multiuso, uma Clínica de Enfermagem e um Serviço de Psicologia Aplicada. As obras tiveram alocação de recursos da UFRN na ordem de R$ 632 mil e a parceria da Prefeitura Municipal de Santa Cruz, que fez a doação do prédio da Escola Municipal Miguel Lula de Farias à UFRN para possibilitar a expansão das atividades acadêmicas da universidade no município.

Sobre a Ebserh

Desde agosto de 2013, o Huab-UFRN é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo da Rede Ebserh é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Coordenadoria de Comunicação Social da Ebserh

Comunicação – Huab

O governador Robinson Faria e o vice-governador Fabio Dantas estiveram reunidos hoje na sede do Ministério Público Estadual com o procurador geral, Eudo Leite, e o presidente do Tribunal de Contas, Gilberto Jales, para discutir a formação de um pacto pelo reequilíbrio financeiro do estado.

O encontro, que teve a participação do conselheiro do TCE Carlos Thompson, do Promotor de Justiça Carlos Rodrigues, do procurador geral do Estado Wilkie Rebouças e do secretário de gestão Vagner Araújo, tratou da implementação de medidas administrativas de curto, médio e longo prazos com vistas a solucionar o crescente déficit do orçamento estadual e à retomada do equilíbrio fiscal. Atualmente, o Estado não vem conseguindo pagar parte da folha de pessoal dentro do mês – e não tem cumprido o repasse do duodécimo orçamentário integral para os demais Poderes.

“A saída para a crise passa pelo diálogo – principalmente entre as instituições de Estado. Este pacto que estamos firmando é o melhor caminho para sairmos desta difícil situação. O gesto de sentar à mesa de forma transparente, responsável e construtiva é o que os norte-rio-grandenses esperam dos gestores. E é o que estamos fazendo aqui, discutindo medidas que não são apenas de governo, são de Estado”, declarou o governador Robinson.

“Ficou definida a composição de um grupo técnico com representantes de todos os poderes que vai se reunir diariamente para dar sequência aos trabalhos. Eles vão analisar as iniciativas já em discussão, como a venda de ativos que não tenham função social. E vão medir o custo-benefício e a viabilidade legal de medidas que o Estado possa adotar para reduzir gastos e reequilibrar o caixa”, concluiu o vice-governador Fábio Dantas.

A próxima reunião deverá contar com a participação dos presidentes da Assembleia Legislativa e do Tribunal de Justiça, que já manifestaram disposição em colaborar com as iniciativas em discussão, segundo afirmou o Procurador Geral Eudo Leite.

Crédito da foto: Arquivo jornal de fato

O Governo do Estado não poderá sacar recursos do Fundo Financeiro (FUNFIR) que estão aplicados no mercado financeiro. Nem mesmo pagando multa de 40%,

A informação foi passada pelo Banco do Brasil ao Instituto de Previdência dos Servidores do Estado (IPERN) e, retransmitida para o governador Robinson Faria (PSD).

As cotas aplicadas no mercado financeiro ainda não se venceram e não podem ser retiradas, conforma explicou a instituição bancária.

O governador contava com o saque de pelo menos R$ 361 milhões para pagar o duodécimo em atraso dos poderes, sob a justificativa que os recursos do Ipern seriam usados para pagamento dos salários de novembro e dezembro dos aposentados e pensionistas, com isso, a fonte 100 seria ‘desafogada’ e teriam recursos para quitar o duodécimo.

Acordo nesse sentido foi firmado entre o Governo do Estado, Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa e Ministério Público (MPRN). Já o Tribunal de Contas (TCE-RN), que havia vetado qualquer possibilidade de o governo realizar novos saque ao fundo previdenciário, ainda não se manifestou sobre o assunto.

Na sexta-feira (16), o governador Robinson havia autorizado o novo saque ao Funfir, cumprindo o acordo firmado com os poderes.

 

Crédito das fotos: Pastoral da Comunicação da Imaculada Conceição 

Celebrando seu “Jubileu de Prata” com os 25 anos de festividades, a Paróquia da Imaculada Conceição se prepara para mais uma edição de sua festa em honra a co-padroeira de Currais Novos que acontecerá de 28 de novembro à 08 de dezembro. A programação foi lançada na noite deste domingo (19) no Centro Pastoral “Dom Heitor de Araújo Sales”, e contou com a presença do Padre Janilson Alves de Oliveira, do Secretário do Gabinete Municipal, Francisco Medeiros, que representou o Prefeito Odon Jr, além da comunidade, Coral Mãe Imaculada, e equipe coordenadora da festa.

Com o tema “Imaculada Conceição Aparecida, 300 anos refletindo o rosto do povo brasileiro”, a festa terá diversos eventos religiosos e sociais importantes. De acordo com o Padre Janilson “é muito salutar rendermos graças a Deus pelos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida no Rio Paraíba do Sul”. “Por isso, durante o novenário, vamos relembrar os quatro dogmas da Igreja referentes à Maria e as suas alegrias”, comentou. O Secretário Francisco Medeiros comentou sobre o apoio da Prefeitura na realização da festa. “O Prefeito Odon Jr articulou com todas as secretarias municipais para que possamos prestar o máximo de apoio e parcerias para a realização dessa importante festa do município”, comentou. “Nós da Prefeitura desejamos que tenhamos uma festa de alegria, fé e paz”, finalizou.

Programação Festa da Imaculada Conceição 2017:

28/11:

18h – 1ª Carreata Ruralista da Imaculada (Saída da Capela de Santa Luzia, no Povoado Totoró, com destino à Paróquia da Imaculada Conceição)

19h – Hasteamento das bandeiras e abertura oficial

29/11: (Aniversário de Currais Novos) 19h – 1ª Novena

30/11: 19h – 2ª Novena

01/12:

19h – 3ª Novena

21h – 24º Jantar da Imaculada

02/12:

8h – 3ª Cavalgada da Imaculada

19h – 4ª Novena

22h – 1º Baile do Reencontro no Aero Clube (Atrações: Daniel Nogueira e Nara Castro)

03/12:

18h – Carreata da Imaculada

19h – 5ª Novena e Missa

21h – Leilão de Doces e Salgados

04/12: 19h – 6ª Novena

05/12:

19h – 7ª Novena

21h – Leilão do Apostolado da Oração

06/12:

19h – 8ª Novena

21h – Leilão Maior e 1ª Noite do Pavilhão com show de Paulinho e Parcélio

07/12:

19h – 9ª Novena

21h – Leilão Maior e 2ª Noite do Pavilhão com shows de Rafael Bezerra e Banda Feras

08/12: 16h – Inauguração do Sino Jubilar

16h30 – Procissão com a imagem da Imaculada Conceição, e em seguida, Missa de encerramento com o Bispo Diocesano Dom. Antônio Carlos.

Jornalista João Bezerra – assessor de imprensa

 

Foi concluída na última semana a interligação da adutora que abastece Currais Novos de forma emergencial com a Estação de Tratamento de Água da CAERN, próximo à Igreja Imaculada Conceição, o que possibilitou a melhoria da qualidade da água fornecida para a população. Mesmo sem a responsabilidade direta da obra, a Prefeitura Municipal foi parceira da CAERN. “Fizemos essa parceria para que a nossa população tivesse uma água de melhor qualidade”, disse o Prefeito Odon Jr. Com quase 1 Km de tubulações, a obra realizou intervenções nas ruas Albani Salustino, Cipriano Pinheiro Galvão, Carnaúba dos Dantas e Abílio Chacon.

Sobre a adutora, o Prefeito Odon Jr lembrou que como gestor está sempre em contato com a CAERN e cobrando resolutividade da empresa executora da obra e também do DNOCS para que ela funcione. “Acreditamos que se houver o recebimento da obra pelo DNOCS, dando todas as condições de continuidade e depois o recebimento pela CAERN com todas as condições, será um passo para a melhoria na distribuição da água com mais regularidade”, comentou o Prefeito.

Crédito da foto: IstoÉ

O maior problema político de Lula não é o fato de ele ter ficado parecido com os políticos que atacava. Seu principal drama é a evidência de que Lula ficou muito diferente do que diz ser. Num instante em que Lula percorre o país como defensor dos pobres, a Procuradoria pede, em Brasília, o sequestro de seus bens e de seu filho Luís Cláudio no montante de R$ 24 milhões. A defesa de Lula contestou o pedido. Sustentou não haver provas contra ele na Operação Zelotes. Mas não disse nenhuma palavra sobre o valor requerido pelo Ministério Público Federal.

Lula atravessou ileso o escândalo do mensalão. Sobreviveu à ruína produzida por sua criatura Dilma Rousseff. Alvo de diversos inquéritos e ações penais, mantém a pose de perseguido. Condenado a 9 anos e meio de cadeia, conserva-se no topo das pesquisas. Mas deve tornar-se inelegível. E já perdeu aquela aura de político imbatível. Seu prestígio diminuiu na proporção direta do aumento do seu patrimônio.

Este não foi o primeiro pedido de bloqueio de bens. Sérgio Moro mandara sequestrar R$ 10 milhões em julho. Quando o Banco Central achou R$ 600 mil numa conta corrente de Lula, o PT disse em nota que seu líder supremo morreria de fome. No dia seguinte, descobriram-se mais de R$ 9 milhões em planos de previdência privada. Lula dizia ser um palestreante de sucesso. Mas delatores da Odecrecht informaram que as palestras eram mero truque para bancar com dinheiro sujo os confortos de um benfeitor. A fortuna de Lula não combina com os valores morais que ele acha que representa.

Crédito da imagem: blogdobg.com.br

Funcionários da CUT (Central Única dos Trabalhadores) ameaçaram entrar em greve nesta semana, depois que a entidade iniciou na terça-feira (14) um Programa de Demissão Incentivada (PDI) para enxugar em quase 60% sua folha de pagamento. A entidade, com 178 empregados, se diz asfixiada pelo governo Michel Temer, que, com a reforma trabalhista, acabou com a obrigatoriedade do imposto sindical. O tributo, que equivale a um dia de trabalho, é um dos principais recursos das centrais.

Embora a cúpula da entidade afirme ter consultada seus trabalhadores sobre os critérios de exoneração, os funcionários chegaram a anunciar a deflagração de uma greve. O presidente da central, Vagner Freitas, diz desconhecer o movimento. Queixando-se de perseguição política, Freitas informa ainda que o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares aderiu voluntariamente ao programa, abrindo mão de um salário de R$ 15 mil.

“Delúbio é um trabalhador da CUT. Agrega muito. É com muita dor que informo que ele tomou a iniciativa de aderir”, disse Freitas, lembrando que a contratação do ex-tesoureiro (condenado por corrupção ativa no julgamento do mensalão) foi autorizada por Joaquim Barbosa, então ministro do Supremo.

A direção da CUT argumenta que o plano de demissão de funcionários foi uma resposta ao fim do imposto sindical obrigatório. De acordo com Freitas, a redução permitirá a manutenção das atividades da central. Ele não informou qual o impacto da medida adotada pelo governo Temer nos cofres da entidade nem o orçamento global da entidade. Em 2016, ela recebeu R$ 59,8 milhões da contribuição. O presidente da CUT afirma ainda que o enxugamento da folha foi submetido à assembleia de trabalhadores após prévia apresentação de uma proposta da direção. “Diferentemente das empresas, os trabalhadores foram consultados. Não é um momento de felicidade”, diz.

O PDI será encerrado em 4 de dezembro e, caso não tenha adesão dos trabalhadores, será iniciado um processo de demissão até que se chegue ao percentual desejado. Freitas alega que as medidas garantirão ações de enfrentamento com o governo Temer. Um carro de som fornecido pela entidade acompanhou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na caravana que protagonizou pelo interior de Minas Gerais.

Crédito da foto: Divulgação/Ufersas

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou no último sábado, 18, a planilha final do seu último Exame e com boas notícias para os cursos de Direito das universidades públicas em Mossoró.

O curso de Direito da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) ficou na 1ª colocação. Segundo a OAB, a Ufersa foi a instituição de ensino superior brasileira com curso de Direito que mais aprovou alunos no XXIII Exame.

De acordo com o relatório, a instituição conseguiu aprovar 16 dos 18 inscritos no Exame, o que dá um índice de aprovação de 88,89% de aprovação. A segunda colocada deste ranking, a Universidade Estadual do Oeste do Paraná – Unioeste, teve 80% de aprovação, o que mostra que a Universidade do Semi-Árido ficou isolada dessa vez no topo da lista.

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte UERN (com 65,38% de aprovação) apareceu na décima posição do ranking. Com esse resultado, os cursos de Direito das duas Universidades públicas de Mossoró estão entre os dez melhores do país.

Com índice de aprovação, a UERN foi a instituição estadual com melhor desempenho no Nordeste. Apenas duas universidades estaduais (UERN e UERJ) configuram no ranking da OAB.

O índice de aprovação do curso de Direito da UERN ficou bem acima da média nacional.

Ao todo, 123.107 alunos se inscreveram para este Exame da Ordem em todo o país e, no final, apenas 20.451 conseguiram aprovação, ou seja, 16,6% dos inscritos. No último Exame da OAB, a Ufersa ficou empatada tecnicamente com a Universidade Federal de Viçosa com 84% de aprovação.

Esses excelentes resultados no quadro da OAB, vêm despertando o interesse de alunos de todo o país pelo curso de Direito da Ufersa e chamando a atenção de pesquisadores de outras regiões.

Crédito da foto: Marcos Garcia

O Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sindsaúde/RN), regional de Mossoró, fez um balanço da primeira semana da greve dos servidores estaduais da saúde e comentou a decisão da justiça que determina a volta de 70% da categoria ao trabalho.

O movimento teve início na última segunda-feira, 13. A paralisação é motivada por atrasos salariais do Governo do Estado. Apenas 30% do contingente de servidores estaduais da saúde vinham trabalhando e apenas em serviços essenciais de urgência e emergência.

O diretor do Sindsaúde Mossoró, Aldiclésio Maia, informou que o movimento segue forte em frente ao Hospital Regional Tarcísio Maia.

“Até o momento o sindicato ainda não foi notificado da decisão do desembargador a respeito do percentual de 70% dos trabalhadores voltem ao trabalho. Achamos essa decisão arbitrária. Essa mesma justiça que impede o direito da categoria tem uma decisão, já ganha por nós, de o Governo pagar o salário dos servidores em dia. O nosso movimento segue forte”, declarou Aldiclésio informando ainda o número de atendimentos até a noite deste domingo no HRTM.

“Até o dia 9 de novembro, antes da greve, houve 149 atendimentos de urgência e emergência. Durante a greve são 45 atendimentos, até a noite deste domingo”, explicou.

Aldiclésio Maia disse ainda que já há uma estratégia de atendimento caso os grevistas cumpram a determinação da justiça potiguar.

“Já temos também uma estratégia de atendimento caso na assembleia desta tarde a categoria delibere a decisão da justiça. Aqui no Tarcísio Maia vamos parar por completo o Pronto-Socorro. Já os serviços na Clínica Médica, cirúrgica, UTI serão retomados com o percentual decidido pela justiça”.

A assembleia a que se refere Aldiclésio será realizada na tarde desta segunda-feira, 20, em frente a Governadoria. O encontro está marcado para ter início às 14 horas.

Justiça determina que 70% dos servidores estaduais da saúde voltem ao trabalho

No último sábado, 18, o desembargador Amaury Moura Sobrinho determinou que 70% dos servidores públicos estaduais da área da saúde retornem imediatamente ao trabalho.

O plantonista da Corte no momento julgou pedido que havia sido efetuado pelo procurador do Estado, Francisco Wilkie Rebouças. A Procuradoria havia solicitado a concessão de tutela provisória para determinar a ilegalidade da greve.

Caso a medida seja descumprida, haverá multa diária de R$ 25 mil a ser paga pelo Sindicato dos Servidores em Saúde do Estado do Rio Grande do Norte (Sindsaúde/RN).

Crédito da foto: Divulgação

A Secretaria da Receita Federal publicou nesta segunda-feira, 20, uma Instrução Normativa que modifica a idade de dependentes para a inclusão na declaração do Imposto de Renda de 2018. O documento foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) de hoje.

Agora os contribuintes que desejarem incluir seus dependentes na Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF) de 2018 deverão registrá-los no CPF caso tenham 8 anos ou mais.

Até então, a obrigatoriedade valia somente para dependentes com 12 anos ou mais. A redução da idade visa evitar a retenção em malha fiscal do contribuinte declarante, possibilitando maior celeridade na restituição do crédito tributário.

A partir do exercício de 2019, estarão obrigadas a se inscrever no CPF as pessoas físicas que constem como dependentes para fins de Imposto sobre a Renda da Pessoa Física, independentemente da idade.

A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) realiza, no próximo dia 22, audiência pública com o objetivo de discutir a situação financeira dos municípios do Brasil, principalmente dos pequenos e médios, e o impacto dessa realidade no desenvolvimento regional.

A reunião acontece a pedido da senadora Fátima Bezerra, que preside a CDR, após se reunir com os prefeitos de seus estados, que relataram a situação crítica por que passam os municípios não só do Rio Grande do Norte, como do país em geral. Os prefeitos já encaminharam ao governo Temer um pedido de auxílio em torno de R$ 4 bilhões, equivalente a 1% do Fundo de Participação dos Municípios, para que consigam fechar as contas deste ano.

Fátima destacou que 51% dos municípios estouraram seus gastos com pessoal e acumulam dívidas de R$ 515,4 milhões em restos a pagar. “A arrasadora recessão econômica pela qual passa o país, aliada ao desmonte de políticas públicas de inclusão estruturadas ao longo de 13 anos e à crescente redução orçamentária que nos aguarda, após a aprovação da PEC 95, que congelou os gastos sociais por 20 anos, já apresenta fortes reflexos na situação financeira dos municípios de todo o país, deixando grande parte deles à beira da insolvência, sem condições sequer de fechar suas contas em 2017”, enfatizou a senadora.

Para alertar a sociedade sobre a gravidade do problema e tentar sensibilizar o Executivo e o Legislativo sobre a necessidade de se prestar auxílio aos municípios, a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) lançou no último dia 30 de outubro a campanha “Não deixem os municípios afundarem”, com ações programadas para todo o mês de novembro.

A semana que se inicia no dia 20 de novembro foi escolhida como a Semana Municipalista, quando a CNM está sugerindo uma maior mobilização dos gestores para que o Congresso e o governo apoiem as pautas prioritárias dos municípios. No dia 22, haverá uma mobilização nacional em Brasília – ocasião em que os prefeitos participarão da audiência da CDR e que pretendem ser recebidos pelo presidente Teme.

Reivindicações

Além do auxílio emergencial de R$ 4 bilhões, os prefeitos definiram uma pauta de projetos considerados prioritários para os municípios. Entre outras matérias em discussão no Congresso, eles pedem a aprovação da PEC 29/2017, que disciplina a distribuição de recursos pela União ao FPM; da PEC 61/2015, que autoriza a apresentação de emendas diretamente a esse fundo; e da PEC 66/15, que prevê a atualização dos programas federais.

O requerimento da senadora Fátima para a realização da audiência pública, foi assinado também pelos senadores Paulo Rocha e Elmano Férrer.

Para a reunião, foram convidados o  presidente da CNM, Paulo Zilkoski; o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Benes Leocádio, repesentando o Nordeste; o presidente da Associação Amazonense dos Municípios (AAM), Anderson Cavalcante, representando o Norte; a presidente da Federação Catarinense dos Municípios (Fecam), Adeliana Dal Pont, representando o Sul; o presidente da Associação Mineira dos Municípios (AMM), representando o Sudeste; e o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Julivan Lacerda, representando o Centro-Oeste; além de um representante da Secretaria do Tesouro Nacional.

Esta data foi estabelecida pelo projeto lei número 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003. Foi escolhida a data de 20 de novembro, pois foi neste dia, no ano de 1695, que morreu Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares.

A homenagem a Zumbi foi mais do que justa, pois este personagem histórico representou a luta do negro contra a escravidão, no período do Brasil Colonial. Ele morreu em combate, defendendo seu povo e sua comunidade. Os quilombos representavam uma resistência ao sistema escravista e também uma forma coletiva de manutenção da cultura africana aqui no Brasil. Zumbi lutou até a morte por esta cultura e pela liberdade do seu povo.

Importância da Data

A criação desta data foi importante, pois serve como um momento de conscientização e reflexão sobre a importância da cultura e do povo africano na formação da cultura nacional. Os negros africanos colaboraram muito, durante nossa história, nos aspectos políticos, sociais, gastronômicos e religiosos de nosso país. É um dia que devemos comemorar nas escolas, nos espaços culturais e em outros locais, valorizando a cultura afro-brasileira.

A abolição da escravatura, de forma oficial, só veio em 1888. Porém, os negros sempre resistiram e lutaram contra a opressão e as injustiças advindas da escravidão.

Vale dizer também que sempre ocorreu uma valorização dos personagens históricos de cor branca. Como se a história do Brasil tivesse sido construída somente pelos europeus e seus descendentes. Imperadores, navegadores, bandeirantes, líderes militares entre outros foram sempre considerados heróis nacionais. Agora temos a valorização de um líder negro em nossa história e, esperamos, que em breve outros personagens históricos de origem africana sejam valorizados por nosso povo e por nossa história. Passos importantes estão sendo tomados neste sentido, pois nas escolas brasileiras já é obrigatória a inclusão de disciplinas e conteúdos que visam estudar a história da África e a cultura afro-brasileira.

É um alento o posicionamento justo e inteligente do ministro do STF
Luis Roberto Barroso ao defender a descriminalização das drogas no
Brasil. É inexplicável que nosso país gaste 2 mil reais por mês para
encarcerar um jovem que usou ou carregava pequenas porções de droga e
que necessitava apenas de tratamento médico ou psicológico. Não
podemos fingir que as drogas não existem, pois sabemos que ela está em
todos os lugares e afeta a vida de todos, é necessário que haja
educação e oportunidades para os jovens ocuparem o tempo com
atividades saudáveis.  Enquanto diversos estudos e experiências de
outros países demonstram que a repressão e a violência matam mais do
que o uso das drogas e a legalização gera prejuízos gigantescos ao
crime organizado, criando empregos, renda e impostos. Bom lembrar que
somente com campanhas educativas e aumento de preços, o consumo de
cigarros despencou no Brasil. Será que teríamos o mesmo resultado se o
cigarro fosse proibido ou só aumentaria o contrabando? Fica a pergunta
aos proibicionistas.

Daniel Marques – historiador

Objetivando melhorar a oferta de serviços de saúde às pessoas com deficiência, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) reuniu municípios potiguares que possuem Centros Especializados em Reabilitação (CER).

O secretário George Antunes falou da importância dos gestores municipais fortalecerem a intersetorialidade local da saúde com as secretarias de educação e assistência social para um melhor atendimento ao usuário com deficiência garantindo o transporte para o deslocamento ao CER e também divulgando o serviço em suas regiões de saúde, “pois o Centro é um serviço regional e portanto deve atender pessoas de outros municípios, desde que haja uma pactuação com o município sede”, afirmou.

George Antunes disse ainda que a Secretaria Estadual de Saúde por meio da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência tem investido muito em atividades de capacitação para profissionais que atuam nos serviços habilitados e também na Atenção Básica.

Atualmente o Rio Grande do Norte tem serviços especializados nos municípios de São José de Mipibu, Areia Branca, Guamaré, Santa Cruz, Pau dos Ferros, Macaíba, todos habilitados pelo Ministério da Saúde.

No encontro, foi discutido ainda a realização do XI Seminário de Reabilitação do RN. O evento organizado pelo Centro de Reabilitação Infantil e Adulto do RN (CRI/CRA) este ano tem como tema “Desafios e perspectivas no cuidado à pessoa com deficiência” e será realizado nos dias 05 e 06 de dezembro no Praiamar Hotel em Ponta Negra.

De acordo com a coordenadora da Rede de Cuidados a Pessoa com Deficiência, Célia Melo, “o objetivo do encontro é apresentar novas técnicas, conhecimentos e metodologias desenvolvidas pelos profissionais das mais diversas áreas, visando uma melhor eficácia nas condutas terapêuticas empregadas nos serviços de reabilitação”. Podem participar médicos, dentistas, fonoaudiólogos, enfermeiros, educadores físicos, farmacêuticos, psicólogos, fisioterapeutas, biólogos, nutricionistas, terapeutas ocupacionais, psicopedagogos, assistentes sociais. Mais informações podem ser obtidas com Ligia Rejane por meio do e-mail seminarioreabilitacaorn@gmail.com.

ASSECOM/RN

Crédito da imagem: Anote RN

O Departamento de Letras do CERES reabriu na última terça-feira, 14, as inscrições para o Curso de Especialização em Libras. Os interessados tem agora até o próximo dia 27 de novembro para fazer a inscrição on-line através do endereço HTTP://sigaa.ufrn.br, através do caminho processo seletivo, processos seletivos Lato Sensu. Neste mesmo endereço, o candidato tem acesso ao edital completo.

Serão oferecidas duas turmas, uma em Natal e outra em Currais Novos, ambas com 50 vagas. O investimento consta de Taxa de matrícula, no valor de cem reais, além de 18 parcelas de R$ 250,00. As aulas iniciam no dia 02 de dezembro de 2017, com freqüência quinzenal, nos períodos vespertino e matutino, e a especialização tem previsão de término para junho de 2019.

ASCOM – Reitoria/UFRN

Crédito: Jair Sampaio

Pessoas ligadas ao prefeito Batata garantem que o carnaval de rua de Caicó foi cedido a empresários. Mesmo sem licitação, uma empresa de fora já organiza as contratações de bandas e prepara a venda de abadás.

O folião de baixa renda que antes tinha acesso à folia, em 2018 corre o risco de ficar sem o Treme Treme. É que o bloco não terá ajuda da prefeitura para sair às ruas, ao contrário do Magão, a verba está garantida.

Outra informação, extraoficial, esta mais acertada, garante que não terá carnaval na Ilha de Santana.