eliseu_padilha_brizza_cavalcante_camara_dos_deputados-541849

O governo já decidiu que não vai aumentar impostos este ano e em 2017 para alcançar a meta fiscal. A informação foi dada hoje (23), pelo ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, ao reconhecer que a sociedade brasileira não tem mais como arcar com aumentos da carga tributária.

“Já há decisão da área fazendária neste sentido seguindo orientação do presidente Michel Temer. Não haverá aumento de impostos para 2017”. Em consequência, Padilha afirmou que o projeto que cria limites para o crescimento dos gastos públicos com base na variação da taxa da inflação do ano anterior “é inegociável”. Esse cálculo está previsto no Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que está sob análise do Congresso Nacional.

“Não há hipótese de o governo trabalhar com a flexibilização [dos gastos]. Claro que a decisão final cabe ao Congresso, mas, se não tivermos a aprovação da contenção das despesas, nós vamos ter uma expansão muito expressiva da dívida publica. É como na casa do João, da Maria e do José: o limite do cartão de crédito e do cheque especial estourou, não tem mais como sacar [dinheiro], então temos que cortar despesas. Dói um pouco, não vai ter mais cinema, festa de final de semana”, comparou.

Padilha disse que, como o governo não vai cobrar da sociedade, a diferença para o equilíbrio das contas públicas terá que vir do cortes de despesas. “Então vamos tirar das estradas, da segurança, uma vez que os gastos com saúde e educação são mantidos constitucionalmente – não pode ser mexido, vamos tirar de onde for possível”.

Reforma da Previdência

O ministro voltou a defender a necessidade da reforma da Previdência. “Nós temos que fazer com que o Brasil seja viável no longo prazo. E há duas coisas que são absolutamente indispensáveis que sejam enfrentadas. Uma é a questão da dívida pública, daí a razão do teto, e a outra é a reforma da Previdência. Se não, em pouco anos, o sujeito chega com seu cartão de aposentadoria no banco e não terá dinheiro necessário para que o pagamento seja feito.”

Aumentos salariais

Eliseu Padilha também confirmou a decisão do governo de não negociar aumentos salariais antes que seja decidida a questão do impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff, uma vez que a negociação estava em desacordo com a própria base de sustentação do governo.

“Essa foi uma decisão tomada durante a reunião do colegiado na última sexta-feira em São Paulo, que concluiu que não havia clima na base. Então o governo decidiu suspender [a negociação] até pelo menos depois da votação do impeachment”. A decisão, segundo Padilha, vai atingir todas as categorias que tiverem alguma ligação com o Executivo.

O ministro deu as informações em entrevista, no Rio Media Center, para apresentar, ao lado do prefeito Eduardo Paes, o balanço final dos Jogos Olímpicos de 2016.

Agência Brasil

ayane

goulart-de-andrade-no-_programa-goulart-de-andrade_-da-rede-bandeirantes

O jornalista Goulart de Andrade morreu na madrugada de hoje (23), aos 83 anos, em São Paulo. O jornalista sofria de problemas no sistema cardiorrespiratório que foram agravados nos últimos dias.

O carioca tinha 61 anos de profissão, nos quais atuou como jornalista, publicitário , radialista, ator, diretor de cinema e TV e também como empresário de comunicação.

Atualmente, o jornalista comandava o programa Vem Comigo, na TV Gazeta, no qual estudantes de jornalismo ouviam histórias de sua carreira. Goulart de Andrade também esteve a frente do extinto programa Comando da Madrugada no final da década de 1970, da TV Globo.

Goulart era casado com Margareth Bianchini, com quem viveu nos últimos 13 anos e com quem não teve filhos. Ele deixa três filhos, três netos e uma bisneta. O velório será na tarde de hoje na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, a partir das 14h30.

Nessa segunda-feira (22), outro jornalista morreu. Geneton Moraes Neto faleceu aos 60 anos vítima de um aneurisma da aorta. Ele estava internado desde maio. Geneton Moraes Neto será velado nesta quarta-feira (24), das 8h às 13h, na capela 6 do cemitério Memorial do Carmo, no Caju, na zona portuária do Rio.

Com informações da Agência Brasil.

Clinica dr jodinaldo lucena

Julianne Faria

O Governo do RN, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas-RN) e Departamento de Estradas e Rodagem (DER), lançará na próxima segunda-feira (29) o programa Transporte Cidadão, às 10h, na Escola de Governo. O programa consiste na oferta de transporte gratuito para a população de baixa renda de municípios da Grande Natal, garantindo o acesso dessas pessoas aos serviços públicos essenciais na capital. A solenidade de lançamento contará com a presença dos prefeitos dos municípios atendidos inicialmente e gestores dos órgãos públicos que serão pontos de parada dos ônibus. Segundo a secretária da Sethas-RN, Julianne Faria, já estão em andamento os trâmites para a realização do processo licitatório que definirá as empresas que prestarão o serviço. O programa será operacionalizado por meio de linhas circulares de ônibus de grande porte, com itinerários previamente planejados, saindo às 6h e retornando ao ponto de origem às 17h, com paradas na Central do Cidadão, Hospital Walfredo Gurgel, Liga Norte-riograndense Contra o Câncer, Hospital Giselda Trigueiro, Maternidade Escola Januário Cicco e Hospital Universitário Onofre Lopes. O Transporte Cidadão não irá concorrer com as empresas permissionárias de transporte público de passageiros urbanos e intermunicipais. O serviço será ofertado gratuitamente para as pessoas comprovadamente desempregadas cadastradas no Sine-RN, gestantes, portadores de necessidades especiais e seus acompanhantes, portadores de doenças crônicas e acompanhantes, idosos a partir de 60 anos e beneficiários do Bolsa Família.

Julianne ressalta que o programa não vai onerar o Tesouro Estadual porque será sustentado pela arrecadação do R$ 1 que a população paga para almoçar nos Restaurantes Populares.

Inicialmente, o Transporte Cidadão será implantado nos seguintes corredores específicos:

  1. a)Ceará-Mirim / Natal
  2. b)Maxaranguape / Extremoz / Natal
  3. c)Macaíba / Natal
  4. d)Goianinha / São José de Mipibú / Natal
  5. e)Monte Alegre / Natal
  6. f)Ielmo Marinho / Macaíba / Natal
  7. g)Vera Cruz / Natal
  8. h)São Gonçalo do Amarante / Natal
  9. Banner-MOSQUITO-900x100px

assembleia joão gilberto

Seguindo tendência mundial de estímulo ao parto humanizado, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), teve Projeto de Lei aprovado nesta terça-feira (23) que proíbe o uso de algemas ou calcetas em presas gestantes, no momento que estejam em trabalho de parto e no período subsequente de internação pós-parto.

“Em maio passado, durante a semana das mães rendemos nossas homenagens através da apresentação deste Projeto de Lei, agora aprovado em plenário e seguindo para sanção do Governador. Nossa proposição busca efetivar diversos dispositivos da Constituição Federal: cidadania e dignidade da pessoa humana; vedação ao tratamento desumano ou degradante; respeito à integridade física e moral aos presos e proteção à maternidade e à infância, a fim de evitar o aviltamento e valores constitucionais básicos”, justifica Ezequiel Ferreira.

A proposta abre exceção para casos de resistência e de fundado receio de fuga ou de perigo à integridade física da própria apenada ou alheia. Tendo a equipe médica total autonomia para determinar os procedimentos necessários para garantir a segurança da equipe e a integridade da parturiente.

SAIBA MAIS – Deixar a mulher mais à vontade durante um dos momentos mais importantes de sua vida, a hora de dar à luz, é uma das premissas do parto humanizado. A humanização do procedimento busca extrair da mulher parte de seu sofrimento e agilizar o parto por meio de medicamentos e de técnicas ou cirurgias. É uma tarefa eficiente da medicina obstétrica.

Star

pesquisalagoanova_prefeito

Se as eleições fossem hoje, o ex-prefeito Erivan Costa(PSD), venceria com ampla folga a disputa pela prefeitura. É o que mostra a pesquisa feita pelo instituto Perfil, nos dias 13 e 14 de agosto. Foram entrevistadas 400 pessoas, Erivan Costa aparece com 46,75 das intenções de votos na pesquisa estimulada, enquanto o seu adversário está com 29,75 %. O percentual dos que não sabe em quem votar é de 18,75 %, e brancos e nulos são de 4,75 %. A pesquisa está registrada no tribunal regional eleitoral sob o numero RN-05273/2016. A margem de erro é de 4 % para mais ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95 %. A pesquisa foi contratada por  Ronailson Francione da Silva.

pesquisalagoanova_vereador

Sertão Seridó

 

Ronaldo Lundgren (1)

O secretário estadual da Segurança Pública do Rio Grande do Norte, Ronaldo Lundgren, recebeu a imprensa nesta segunda-feira (22), na sede da Secretaria, em Natal, e explicou quais serão os próximos passos a serem tomados pelas forças de segurança do estado após o fim da operação que contou com a participação das tropas federais na Região Metropolitana. Nesta terça (23), o Exército, a Marinha e Aeronáutica encerram suas ações, iniciada no dia 4 de agosto, a fim de coibir os atos de vandalismo iniciados com a instalação de bloqueadores de celulares no Presídio Estadual de Parnamirim (PEP) em apoio ao Governo do Estado.

Agora, a Polícia Militar reassumirá o controle de pontos que estão sendo ocupados pelos militares federais. “Existe um Plano de Substituição já elaborado onde a PM começa a reassumir esses locais já no início desta terça, como os corredores turísticos e de transportes públicos, áreas comerciais e bancárias e no aeroporto de São Gonçalo do Amarante”, explicou Ronaldo Lundgren.

O secretário também fez um balanço positivo da ‘Operação Guardião’, desencadeada para um maior controle do sistema prisional. “Consideramos a operação um sucesso. Com a vinda das Forças Armadas, conseguimos retomar a normalidade em nossa cidade e permitir que as nossas políciais realizassem diversas prisões de pessoas envolvidas com esses atos. Mostramos que o Estado é mais forte”, afirmou.

Por fim, Ronaldo Lundgren disse que já existe um planejamento para a instalação de bloqueadores em outras unidades prisionais do RN e ainda frisou que pode pedir o apoio da Força Nacional. “No momento oportuno, se houver necessidade, o governador Robinson Faria irá solicitar o apoio da Força Nacional, que irá fazer um trabalho tão bom quanto o que foi feito pelas Forças Armadas”.

Das 112 pessoas conduzidas às delegacias do estado do RN por suspeita de envolvimento em atos de vandalismo, 83 permanecem detidas. Outras 29 pessoas tiveram prisões relaxadas pela Justiça ou foram liberadas por falta de materialidade ou continuam sendo investigadas. Ao todo 91 procedimentos foram instaurados durante a operação.

Banner-MOSQUITO-900x100px

Paulo Victor Lopes Monteiro, um dos bandidos mais procurados pela Polícia do Ceará,  condenado a 60 anos de prisão e foragido do Sistema Penitenciário local desde abril passado, foi capturado pela Polícia no Estado de Alagoas. A informação, em primeira-mão, foi confirmada pélas autoridades daquele Estado no fim de semana.

O bandido, que responde no Ceará por crimes de assaltos, assassinatos e seqüestro, foi detido quando ele e sua quadrilha planejavam assaltar e explodir uma agência bancária na cidade de São José da Laje, no Interior de Alagoas (a 94Km de Maceió).  Um cerco foi montado por policiais militares do 2ºBPM/AL.

Conforme a Assessoria de Comunicação da Secretaria Estadual de Segurança Pública de Alagoas, pelos levantamentos feitos no celular do acusado, ele e sua quadrilha planejavam o ataque ao banco nas próximas horas.  O criminoso, que usava documentos falsos, foi detido pela PM alagoana  na companhia de um comparsa, identificado como Daniel Florêncio da Silva.

Os dois foram transferidos para Maceió no último sábado e deverão ser apresentados à Imprensa daquela capital por volta de 11 horas desta segunda-feira.

Sequestro e morte

A fuga do bandido ocorreu em abril deste ano. Ele estava recolhido na Casa de Privação Provisória da Liberdade Agente Luciano Andrade Lima, a CPPL 1, no Município de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O detento “desapareceu” misteriosamente daquela unidade, fato que levou a direção da Secretaria da Justiça e da Cidadania (Sejus) a exonerar das funções o diretor e mais dois agentes que ali trabalhavam.

O bandido foi condenado, em 6 de junho deste ano, a 60 anos de prisão pela morte do vereador Amarílio Pequeno da Silva e do policial civil aposentado, José Alves Bezerra. O duplo assassinato ocorreu na noite de 20 de setembro de 2011, em plena praça pública (Praça do Giradouro), na cidade de Juazeiro do Norte, no Cariri (a 528Km de Fortaleza). Na época, o vereador ocupava o cargo de secretário de Governo de Juazeiro.  Teria sido um crime de pistolagem (de aluguel).

Porém, Paulo Victor tem em sua ficha criminal  outros delitos graves, como o caso do seqüestro do jovem empresário Porcino Fernandes da Costa Segundo, o Porcino Júnior, cuja família é dona de vários postos de combustíveis no Rio Grande do Norte.  O crime ocorreu em 2012.

O rapaz passou 37 dias em cativeiro, sendo o caso considerado um dos mais longos seqüestros ocorridos naquele Estado. O caso teve grande repercussão naquele estado.

Ainda em 2012,  Paulo Victor e dois comparsas foram presos em território potiguar. Trazido para o Ceará, ele encaminhado a CPPL 1 , de onde fugiu de forma que ainda não foi inteiramente explicada e que custou a exoneração dos três servidores.

Fonte: Blog do Fernando Ribeiro.

Piano novo

aposentados- foto cedida por tenente laurentino agora

A proposta de reforma da Previdência que o governo do presidente em exercício Michel Temer vai enviar ao Congresso pode prever a adoção da idade mínima para aposentadoria em duas etapas. Ao final delas, o trabalhador precisará ter completado 70 anos para ter direito ao benefício integral. Num primeiro momento, está cristalizada a idade mínima de 65 anos para homens e um pouco menos para as mulheres (provavelmente, 62). O período de transição para adoção da medida será de 15 anos para eles e um tempo maior, ainda não estipulado, para elas.

Depois de instituída a idade mínima de 65 anos, haverá um intervalo de dez anos sem mudança na exigência e, em seguida, será fixada a nova faixa de idade, de 70 anos para ambos os sexos, mas com período de transição maior para as mulheres. “Assim, teríamos uma reforma para os próximos 40 anos”, afirma um integrante do governo que acompanha as negociações.

Por determinação de Temer, além das mulheres, os professores também terão um período maior para transição. “Seria uma amostra de maior consideração com a educação”, afirmou um interlocutor do presidente a’O Estado de São Paulo. Atualmente, os professores podem se aposentar comprovando 30 anos (homens) e 25 anos (mulheres) de contribuição.

KALANGO (2)

A Justiça atendeu pedido do Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN), em ação civil pública, e determinou que o Instituto Superior de Educação Pesqueira (Isep) suspenda as atividades em Natal e Santa Cruz, a partir dos próximos períodos ou semestres, referentes aos cursos que ministra. A instituição de ensino superior fica ainda impedida de iniciar ou divulgar novas turmas de graduação ou pós-graduação até regularizar a situação.

De acordo com a ação do MPF/RN, o Isep não tem autorização do MEC para ofertar cursos de graduação fora de sua sede, em Pesqueira (PE), e não possui credenciamento para ensino a distância (EAD). Por tal motivo, o instituto alega que firmou convênio com outra instituição de ensino, credenciada pelo MEC, a fim de viabilizar a prestação de serviços educacionais a distância.

Entretanto, a legislação vigente permite esse tipo de convênio entre as instituições unicamente para atividades de natureza operacional e logística, como a utilização da infraestrutura. “As atividades de natureza acadêmica são de responsabilidade estrita da instituição credenciada, não podendo ser delegadas a outras entidades, explica a ação do MPF”.

Alunos devem procurar o MPF – os alunos matriculados no Isep devem procurar a Setor de Atendimento ao Cidadão, na sede no MPF (endereço abaixo) para prestar informações, nos dias 25 e 26 de agosto, no horário das 10h às 17h. A ideia é ter um cadastro preliminar de pessoas que teriam sido lesadas pela instituição de ensino, visando eventual ressarcimento dos danos materiais e morais, assim como coletar detalhes que possam auxiliar na instrução do processo, que tramita na 5ª Vara da Justiça Federal. Outras informações podem ser obtidas no telefone 3232-3935.

A ação tramita sob o número 0801015-53.2016.4.05.8400

Fonte: Procuradoria da República RN

Clinica dr jodinaldo lucena

22.08 Governador recebe militares do Exército - Foto Rayane Mainara (1)

O governador Robinson Faria recebeu nesta segunda-feira (22) visita de cortesia do novo Comandante Militar do Nordeste, General de Exército Artur Costa Moura. O Comando Militar do Nordeste (CMNE) tem sede em Recife e jurisdição sobre quatro Grandes Comandos e duas Grandes Unidades: 6ª Região Militar (BA e SE), 7ª Região Militar (AL, PE, PB e RN), 10ª Região Militar (CE e PI), o 1º Grupamento de Engenharia, a 7ª Brigada de Infantaria Motorizada (7ª Bda Inf Mtz) e a 10ª Brigada de Infantaria Motorizada (10ª Bda Inf Mtz).

O governador agradeceu o apoio do Exército na ação para restabelecer a segurança no Rio Grande do Norte e ressaltou que “a atuação das Forças Armadas foi fundamental, dando uma resposta rápida e eficiente no combate à insegurança”. O general Moura afirmou que “sempre que se faz necessário o Exército mostra sua ação, tanto no plano federal, quanto estadual, como agora no Rio Grande do Norte, para proteger a população”.

O comandante militar do Nordeste destacou que o Exército também atua em ações de apoio à sociedade civil, como nas campanhas de combate ao Aedes aegypti e Carro Pipa para minorar as dificuldades da população afetada pela falta de chuvas. “Atuamos em todo o Nordeste, levando água de boa qualidade e entregando dentro dos prazos previstos no planejamento”, afirmou.

O General Moura é natural da cidade de Jequié, na Bahia. Antes de ser nomeado Comandante Militar do Nordeste, comandou a 6ª Região Militar e foi secretário geral do Exército. Foi declarado Aspirante-a-Oficial da Arma de Infantaria, em 14 de dezembro de 1978. Ascendeu ao posto atual em 31 de julho de 2016. É bacharel em ciências militares e entre os cursos realizados estão o de Aperfeiçoamento de Oficiais, de Comando e Estado-Maior, de Política, Estratégia e Alta Administração do Exército, MBA Executivo, na Fundação Getúlio Vargas, Pós-Graduação em Assessoramento Parlamentar e Relações Executivo-Legislativo (UNB) e Pós-Graduação em Ciência Política (UNB).

O governador Robinson Faria recebeu o Comandante Militar do Nordeste na Governadoria e esteve acompanhado dos secretários de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, general Ronaldo Lundgren, o secretário de Estado da Justiça e Cidadania, Walber Virgolino, da secretária de Comunicação, Juliska Azevedo, do comandante geral da Polícia Militar do RN, coronel Dancleiton Pereira, coronel Otto Saraiva, comandante do Corpo de Bombeiros Militar do RN, do delegado geral de Polícia Civil, Claiton Pinho e do delegado Lenivaldo Pimentel. Ainda participaram do ato general de Divisão, José Luiz Jaborandy Rodrigues, general de Divisão Márcio Roland Heise, general de Brigada, Jaime Otávio Queiroz, coronel Erland Mota.

Banner-MOSQUITO-900x100px

9b06c949-2d8c-48bb-9ef4-23c57c4cbba8

Diante de sérias ameaças a investimentos voltados para a Educação, coordenações institucionais do Pibid no RN entregaram à senadora Fátima Bezerra, nesta segunda-feira (22), minuta do Projeto de Lei que propõe tornar Política de Estado o Pibid (Política Nacional de Iniciação à Docência. O documento foi entregue durante abertura das atividades do Pibid-RN (UFRN, IFRN, UERN, UFERSA, UNIFACEX) no semestre 2016.2, na Escola de Música da UFRN.

O programa tem atualmente 2569 bolsas no Rio Grande do Norte, informou o coordenador institucional do Pibid na UFRN, Lucrécio Araújo. Segundo o qual, 254 instituições de ensino superior são contempladas pelo programa de formação de professores em todo o Brasil.

A PEC 241, proposta pelo governo interino, foi citada pela secretária de educação de Natal, Justina Iva, e pela presidente do FORUMDIR, professora Márcia Maria Gurgel, como medidas bastante ameaçadoras à educação e outras áreas sociais. “Não interessa hoje a esses que aí estão no poder um povo educado”, disse Justina Iva.

Na ocasião, a senadora Fátima lembrou a pesquisa do Ipea que atesta: se a PEC 241 tivesse sido aplicada entre 2006 e 2015, teriam sido retirados R$ 321 bilhões do país. “Não haveria a expansão da educação e tantos programas que conhecemos hoje. O Pibid não teria nascido, em 2007. Mas ele nasceu e não vai morrer. O país não vai aceitar esse golpe na educação”, disse a senadora.

A reitora da UFRN e presidenta da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Ângela Paiva Cruz, alertou sobre a necessidade de uma mobilização institucional. “O que nós precisamos fazer é a defesa da educação de qualidade gratuita, porque não basta ser pública. Fala-se sim, dentre outras coisas no Brasil, em privatização do ensino superior, sob a premissa de que nós temos elite aqui dentro”, disse a reitora, ao explicar grande equívoco do governo Temer.

A Andifes divulgou na semana passada que dois em três alunos de universidades federais são das classes D e E. “Essas políticas implementadas nos últimos anos garantiram que os alunos da escola pública, os negros, os pardos, os indígenas, os quilombolas tivessem, com mais justiça, mais condições de ingressar nas universidades. A universidade não é mais lugar de elite. A universidade pública hoje tem a cara do Brasil”, disse Ângela Paiva Cruz.

ayane

529d95_0a0c53c1b0ad4a69811c11453f8a24f5-mv2

A primeira convocação da era Tite foi anunciada na manhã desta segunda-feira, 22, pelo técnico da seleção para os dois próximos jogos do Brasil nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo da Rússia em 2018.

Dos 23 chamados, sete participaram da campanha vitoriosa da seleção olímpica, que conquistou a medalha de ouro no último sábado, 20, ao vencer a Alemanha nos pênaltis no Maracanã.

Foram convocados o goleiro Weverton, que defendeu a última cobrança alemão e abriu espaço para Neymar fazer o gol do título, os zagueiros Rodrigo Caio e Marquinhos, o meio campista Renato Augusto e os atacantes Gabigol, Gabriel Jesus e Neymar.

Segundo comandante da seleção principal, a lista foi feita já há pelo menos uma semana e que os jogadores da olímpica já estavam pré-convocados desde o jogo contra Honduras, semifinal do torneio olímpico.

“Essa lista foi feita há sete dias e foi firmada já na Fifa, pois havia essa necessidade pelo regulamento. Tivemos um cuidado em termos de equipe para deixar a seleção olímpica focada. Eles estavam pré-convocada desde o jogo contra Honduras. O legado fica com um senso de equipe forte, no momento difícil que enfrentamos, o carinho do torcedor que senti na arquibancada assistindo ao jogo. O carinho que o torcedor passou para a seleção brasileira no jogo final. Precisamos desse carinho e compreensão. Estou falando de sentir que o atleta sinta, saber a dimensão. Quando se olha para o lado e vê um carinho, um abraço. Eu me entendo como torcedor, sentindo toda essa emoção. Fica esse legado. E um pedido também”.

As partidas estão marcadas para setembro. Primeiro o Equador, em Quito, no dia 1°, às 18h, e depois a Colômbia, em Manaus, no dia 6, às 21h45 (ambos horários de Brasília).

A PRIMEIRA CONVOCAÇÃO DE TITE:

Goleiros: Alisson, Marcelo Grohe e Weverton;

Zagueiros: Gil, Marquinhos, Miranda e Rodrigo Caio;

Laterais: Daniel Alves, Fagner, Filipe Luís e Marcelo;

Meio-campistas: Casemiro, Giuliano, Lucas Lima, Paulinho, Philippe Coutinho, Rafael Carioca, Renato Augusto e Willian;

Atacantes: Gabigol, Gabriel Jesus, Neymar e Taison.

Star

assembleiaO evento “Pensar Brasil – Fórum Legislativo”, que aconteceria na próxima quinta-feira (25), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, foi adiado por motivos de saúde do palestrante, o economista Luiz Carlos Mendonça de Barros, ex-ministro e ex-presidente do BNDES.

O projeto, de iniciativa do Poder Legislativo estadual, pretende pensar o futuro do Brasil a partir dos cenários e implicações sociais, políticas e econômicas do Rio Grande do Norte e será retomado ainda neste semestre.

Sertão Seridó

14089514_544832025722165_1962585734_n

A ação de vândalos destruiu a imagem do Padre Cícero Romão Batista que estava localizada na frente da Capela de Nossa Senhora dos Milagres em Juazeiro do Norte. O fato ocorreu na madrugada de sexta-feira (19) poucos dias após a instalação da imagem no local. Não satisfeito com o primeiro ato, os pedaços da imagem foram atirado na porta principal da Capela, localizada no Bairro Leandro Bezerra. Quem praticou a ação também destruiu parte da instalação elétrica que iluminava o espaço dedicado ao padre Cícero. As evidências no local indicam que uma pedra foi usada para destruir a imagem, mas ainda não há indicações de quem teria praticado o crime contra o patrimônio e a fé do povo nordestino. O zelador da Capela, Cicero Cavalcante, conta que foi acordado pela coordenadora do espaço já informando sobre o fato. Ele afirma que a imagem nem havia sido inaugura ainda e custou aproximadamente R$700,00 (setecentos reais). Uma moradora do bairro, que prefere não se identificar, disse que ouviu uma movimentação estranha durante a madrugada. A expectativa é que uma investigação aponte o responsável pelo ataque. Fica também a expectativa da colaboração dos fieis para a reposição da imagem.

Piano novo

raul divulgação

Há 27 anos, morria Raul Seixas. O maior ícone do rock ‘n’ roll nacional dava seu último suspiro sozinho, em seu apartamento, desiludido e abandonado. Triste fim para uma figura tão alegre como Raul. Cantor e compositor frequentemente considerado um dos pioneiros do rock brasileiro, Raul foi produtor musical da CBS durante sua estada no Rio de Janeiro, por vezes é chamado de “Pai do Rock Brasileiro” e “Maluco Beleza”. Sua obra musical é composta por 17 discos lançados em seus 26 anos de carreira e seu estilo musical é tradicionalmente classificado como rock e baião, e de fato conseguiu unir ambos os gêneros em músicas como “Let me Sing, Let me Sing”

Raul Seixas morreu no dia 21 de agosto de 1989, e foi encontrado morto às 7 da manhã do dia seguinte pela empregada Dalva Borges. Ela entrou no quarto como de costume para abrir a janela, observou-o, viu que o lençol o cobria até a altura do peito. Então, saiu dali para iniciar as tarefas do dia. Mas Raul não acordava e isso era incomum, geralmente, bastava um só ruído e ele se punha de pé. Agora, não.

Preocupada, Dalva decidiu vê-lo de novo, Encontrou-o do mesmo jeito, e sem reação. Julgou que havia morrido. Passou a mão no telefone e ligou para os amigos Marcelo Nova e Jerry Adriani. Não conseguiu encontrá-los. Tentou então o numero do parceiro José Roberto Romeira Abrahão. Ele então pediu que Dalva colocasse um espelho próximo às narinas de Raul, para ver se ainda respirava.

Ela foi e voltou dizendo que não saía vapor do nariz e ele não dava sinal de vida. Junto do médico Luciano Stancka e de Marcelo Nova, Abrahão se dirigiu ao flat de Raul e lá chegando o doutor verificou que ele estava morto já havia algumas horas e deu o atestado de óbito. A notícia foi segurada até a tarde para não provocar confusão no prédio. Ele morreu de pancreatite aguda, causada pelo excesso de bebida.

KALANGO (2)

Chega a 11 o número de mulheres assinadas no Rio Grande do Norte nos últimos 11 dias. A média absurda de um assassinato por dias é revelada em reportagem do G1 – Natal.

01 Maria do Socorro Morais, esfaqueada em São João do Sabugi - foto arquivo pessoal

Maria do Socorro Morais, esfaqueada em SãoJoão do Sabugi, tinha 37 anos(Foto: Arquivo Pessoal)

Cinco mulheres foram assassinadas durante este final de semana no Rio Grande do Norte. Em NatalSão José de Mipibu, Parnamirim e São João do Sabugi, as vítimas foram mortas na madrugada deste domingo (21). Na região Oeste, uma doméstica que havia sido baleada na quarta-feira (17) em Governador Dix-Sept Rosado não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada do sábado (20) no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró.

Com mais estes cinco casos, chega a 11 o número de mulheres mortas nos últimos onze dias no estado. A maioria, vítima de feminicídio – que é quando uma pessoa é morta pela condição de ser do sexo feminino.

Domingo

Em Natal, Roberta Nogueira da Silva, de 35 anos, foi encontrada morta no meio de uma rua no bairro Pajuçara, na Zona Norte da cidade. Policiais do 4º Batalhão relataram que a mulher foi encontrada na rua Castelo Branco, por volta das 4h deste domingo, e que ela tinha perfurações nas costas. Também há informações de que a vítima teria sido jogada de um carro em movimento.

Em Parnamirim, o corpo de Emília Miranda da Silva, de 29 anos, foi encontrado por volta das 4h. Estava na rua Dom João, no bairro de Santos Reis. A polícia disse que ela foi morta a pauladas, mas que não tem pistas dos criminosos.

Em São José de Mipibu, uma mulher também ainda não identificada foi morta a facadas dentro de um condomínio na comunidade Pau Brasil.

Já em São João do Sabugi, também nesta madrugada, a vítima foi uma comerciante autônoma de 37 anos. Maria do Socorro Morais estava em casa com o atual companheiro quando o ex-marido dela arrombou a porta, invadiu a residência e atacou o casal com goles de faca. Ferida no peito e em um dos braços, Maria foi socorrida para um hospital em Caicó, onde morreu por volta das 9h. O assassino fugiu. O companheiro da vítima, que também foi esfaqueado, permanece internado. Segundo o sargento Adriano Azevedo, o estado de saúde do homem é grave, mas estável. “Ainda fizemos buscas pelo criminoso, mas ele conseguiu fugir”, acrescentou. Ainda de acordo com o sargento, a faca usada no crime foi apreendida.

02 Antônia Edinete de Oliveira tinha 37 anos - foto arquivo pessoal

Antônia Edinete de Oliveira tinha 37 anos  (Foto: Arquivo Pessoal)

No sábado (20), a vítima foi a empregada doméstica Antônia Edinete de Oliveira, de 37 anos. Ela morreu no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, onde tentava se recuperar dos tiros que sofrera na última quarta-feira (17) na cidade de Governador Dix-Sept Rosado. O irmão dela, que tem 35 anos, também foi alvo dos disparos. Ele continua hospitalizado. A polícia ainda não tem pista dos criminosos.

Edinete e o irmão foram baleados quando chegavam em casa, no Sítio Ipueira. Os assassinos são dois homens que chegaram à comunidade de moto, obrigaram as vítimas a ficarem de costas e atiraram. Segundo a Polícia Militar, não houve anúncio de assalto.

Os irmãos receberam os primeiros atendimentos médicos em uma unidade de saúde do município. Em razão da gravidade dos ferimentos, foram transferidos para Mossoró.

 

Ana D’ávila Gomes de Oliveira - foto arquivo pessoal

Ana D’ávila Gomes de Oliveira (Foto: Arquivo Pessoal)

 

A primeira das onze vítimas foi a técnica em enfermagem Ana D’Ávila Gomes de Oliveira, de 47 anos, esfaqueada dentro de casa. O crime aconteceu no dia 10, na cidade de Santa Cruz. Ela trabalhava como socorrista do Samu. Ana ainda foi socorrida, mas morreu ao chegar ao hospital. Apontado como responsável pelo crime, o ex-companheiro dela fugiu. Porém, misteriosamente, apareceu morto dois dias depois. O corpo de Josinaldo Gomes da Silva, mais conhecido como ‘Vaqueiro’, foi encontrado na zona rural de Lajes Pintadas, a 130 quilômetros da capital. De acordo com o delegado Silva Júnior, o cadáver tinha marcas de dois tiros no peito. Uma pistola foi encontrada ao lado do corpo. O delegado solicitou perícia, mas afirmou que existem indícios de suicídio. A polícia acredita que Josinaldo matou a ex-companheira porque ela não aceitava retomar o relacionamento.

Ainda no dia 10, e também a facadas, foi morta a dona de casa Josefa Ferreira da Silva, de 41 anos. O crime aconteceu na cidade de São Rafael, no Oeste potiguar. De acordo com a Polícia Militar, Josefa foi assassinada na frente dos quatro filhos. O marido da vítima, um pescador de 46 anos, foi preso em flagrante. Ainda segundo a polícia, o casal discutiu na frente dos filhos. “Eles costumavam beber muito e discutir. O marido disse que Josefa o agredia e vice-versa”, informou o sargento Agenor Batista dos Santos, comandante do destacamento da cidade.

Mykaella Ruanna foi morta com 5 tiros na cabeça  - foto arquivo pesoal

Mykaella Ruanna foi morta com 5 tiros na cabeça  (Foto: Arquivo pessoal)

Na noite da quinta-feira (11), a vítima foi a diarista Mykaella Ruanna Pereira Fagundes, de 21 anos. Ela foi morta a tiros em frente a uma academia no bairro das Rocas, na Zona Leste deNatal. A Polícia Militar informou que ela estava conversando com uma amiga quando foi baleada na cabeça. O ex-namorado dela, que é presidiário, é suspeito de ser o mandante do crime. Segundo a PM, um carro prata se aproximou e um homem que estava no banco do passageiro atirou. A amiga não foi atingida. A mãe da jovem contou que a filha havia terminado recentemente com o namorado. O detento teria ligado para Mykaella para avisar que um amigo a procuraria para entregar um dinheiro para o filho do casal, que tem 3 anos. Na hora marcada do encontro, ela foi morta.

Franciscris Silva Fernandes - foto arquivo pessoal

Franciscris Silva Fernandes (Foto: Arquivo Pessoal)

O quarto caso foi o da dona de casa Franciscris Silva Fernandes, de 24 anos. Ela foi esfaqueada pelo próprio companheiro, crime ocorrido no sábado passado, dia 13, em Mossoró. A mulher foi levada para o Hospital Regional Tarcísio Maia e submetida a uma cirurgia, mas não resistiu ao ferimento e faleceu na madrugada do domingo (14). O companheiro da vítima se apresentou à polícia na terça-feira (16). Alberto Sinésio de Melo, de 41 anos, disse que agiu em legítima defesa, já que a mulher teria tentado esfaqueá-lo durante a discussão. Após ser ouvido, foi liberado. “Com o mandado expedido na quarta, fomos à residência da família dele na manhã da quinta, em Tibau, e o prendemos. Ele agora vai responder pelo crime de feminicídio com os agravantes de ter assassinado a companheira por motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima.

O quinto caso foi o da jovem Naiara Régia Noemi da Silva, de 18 anos, morta a tiros no dia 16. O crime aconteceu no bairro Nossa Senhora da Apresentação, na Zona Norte de Natal. De acordo com informações da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a mulher foi morta com 7 tiros. O ex-companheiro da vítima seria o autor dos disparos.

Já na madrugada da quinta-feira (18), em Macaíba, cidade da Grande Natal, o alvo foi a paraibana Andreza Diana de Freitas, de 21 anos, baleada na cabeça. O crime aconteceu pouco depois da meia-noite na rua Luiz Gonzaga, no Ferreiro Torto. Ao lado do corpo, ficaram as sandálias, a bolsa da vítima e uma latinha de cerveja. Ainda não há informações sobre os assassinos nem sobre a motivação do crime.

divulgaçao

www.scriptsell.net