Crédito:Yahoo Notícias/ Fátima Meira/ Futura Press

Preso na sexta-feira, o ex-ministro José Dirceu disse a aliados políticos que em nenhum momento cogitou fazer delação premiada mesmo com a possibilidade de passar o resto da vida na cadeia. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

“Eu fui formado numa geração em que a delação é a perda da condição humana. A maioria [das pessoas presas na ditadura] não delatou nem mesmo sob tortura que as destruíram fisicamente e psicologicamente. Muitos ficaram com sequelas e carregam até hoje aqueles tormentos, como é o caso da própria presidente Dilma”, declarou o petista.

Apesar de ter tentado demonstrar força, Dirceu chegou a chorar antes de ser preso.

A prisão foi determinada na quinta-feira pela juíza Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro na 13ª Vara Federal de Curitiba, que em sua decisão autorizou a transferência de Dirceu para o sistema prisional de Curitiba, para a ala prisional reservada aos presos da Lava Jato.

Na decisão, a magistrada determinava que o ex-ministro se entregasse à PF em Brasília até às 17h desta sexta-feira, prazo limite a partir do qual a autoridade policial deveria cumprir o mandado.

A juíza não descartou, no entanto, a possibilidade futura de Dirceu cumprir pena no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

Crédito: Jornalista Rodrigo Rafael

O deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa cumpriu agenda parlamentar em Bom Jesus, no Agreste Potiguar. A convite do prefeito Clécio Azevedo (PSDB), o deputado visitou ações do seu mandato nas áreas de abastecimento, saúde, segurança pública e ainda participou de um evento de mães, no centro da cidade.

Ezequiel iniciou a agenda na unidade hospitalar, onde através da Assembleia Legislativa o município recebeu uma doação de uma ambulância 0km. Depois acompanhou o prefeito e vereadores, além de moradores da comunidade Lagoa de Mel, onde 200 famílias estão sendo beneficiadas com o sistema de abastecimento de água, que será concluído até o final do mês.

“Essas ações defendidas pelo nosso mandato através de requerimentos contribuem para o desenvolvimento da cidade e dos que residem na Zona Rural. Vamos continuar apresentando pleitos não só para Bom Jesus e o Agreste Potiguar, mas para todas as regiões do Estado como temos feito diariamente na Assembleia Legislativa”, afirmou Ezequiel Ferreira.

Clécio Azevedo e Ezequiel visitaram os policiais militares que atuam na segurança pública de Bom Jesus, onde recentemente receberam uma nova viatura policial, modelo gol, através de requerimento do deputado Ezequiel Ferreira encaminhado a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social.

“Todas essas ações em Bom Jesus não teriam acontecido se o deputado não tivesse ajudado na defesa dos interesses do nosso povo. Ezequiel tem sido um parceiro importante da gestão e sabemos que podemos contar com seu mandato na Assembleia Legislativa”, frisou o prefeito Clécio Azevedo.

Crédito Portal no Ar

O ex-ministro José Dirceu se entregou à Justiça, na tarde desta sexta-feira, 18. Por volta das 14h, o petista estava no Instituto Médico-Legal (IML), em Brasília, para exames de praxe. De lá, Dirceu deverá ser levado para o penitenciária da Papuda.

O petista vai começar a cumprir a pena de 30 anos, nove meses e dez dias por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e pertinência à organização criminosa por envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras, alvo da Operação Lava Jato.

A denúncia acusou Dirceu de receber parte das propinas da empreiteira Engevix à Diretoria de Serviços da Petrobras entre 2005 e 2014. O ex-ministro teria levado R$ 10,2 milhões.

Dirceu tinha até as 17h para se apresentar à Polícia Federal. A ordem foi dada pela juíza Gabriela Hardt, substituta do juiz Sérgio Moro, na 13ª Vara Federal, em Curitiba.

No início da tarde da quinta-feira, 17, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negou um recurso decisivo do petista e abriu caminho para Dirceu ser preso. Após a decisão da Corte de apelação da Lava Jato, a juíza mandou prender o ex-ministro.

Gabriela Hardt ordenou também a transferência de José Dirceu para o Complexo Médico-Penal, em Pinhais, região metropolitana de Curitiba, onde estão outros presos da Lava Jato, entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Zé Dirceu, fundador do PT, foi o ministro mais poderoso do primeiro governo Lula, mas acabou condenado no processo do mensalão – 7 anos e onze meses de reclusão por lavagem de dinheiro.

Crédito De fato

Um golpe no mercado imobiliário no interior do Rio Grande do Norte levou a Polícia Civil investigar um grupo com atuação em Pau dos Ferros e de outras cidades da região Oeste. A Operação Hestia detonada nesta sexta-feira (18) cumprir mandados de busca e apreensão em Pau dos Ferros, Mossoró, Natal e na cidade cearense de Icapuí.

A ação faz parte de uma força tarefa que investiga um grupo empresarial do ramo imobiliário que teria, no ano de 2011, lançado um condomínio clube em Pau dos Ferros (Village Boulevard), na região do Alto Oeste potiguar, e após a venda de centenas de lotes, abandonado as obras.

O grupo vendeu mais de 200 lotes, tendo arrecadado aproximadamente R$ 6 milhões. Contudo, pouco mais de 20% das obras foram realizadas e o único escritório do empreendimento na cidade foi fechado e os administradores foram embora.

Além do condomínio em Pau dos Ferros, o grupo empresarial também seria proprietário de um hotel em Icapuí (Hotel Casa do Mar), do loteamento Divinópolis em Umarizal, também na região Oeste potiguar, e outro condomínio Village Boulevard em Macaíba, na Grande Natal, todos com obras paradas.

Nas buscas realizadas nas casas dos investigados foram apreendidos documentos, carros, joias e aparelhos eletrônicos. Segundo o delegado regional de Pau dos Ferros, Inácio Rodrigues, “os indícios apontam para uma organização criminosa que se instalou em Pau dos Ferros em 2011 com objetivo de enganar centenas de pessoas com a falsa promessa de construir um condomínio clube em 3 anos”.

Conforme a PC, o grupo de empresários é formado por Nicássio Francisco de Assis, Thiago Lopes Moreira, Nodje Francisco Diógenes, Laiana Karen Dantas Barreto e o sócio administrador Arikeme Viana Barreto.

Nas buscas realizadas pela polícia na casa dos investigados foram apreendidas caixas de documentos, carros, jóias e aparelhos eletrônicos que serão analisados durante a investigação.

A operação policial foi batizada de Hestia em referência a uma das 12 Deusas detentora da chave do Monte Olimpo, sendo a personificação da moradia estável, protetora da família, da moradia e da cidade.

Crédito das Fotos:  Eduardo Maia e Ney Douglas

“Todos contra o abuso infantil”. O chamamento da Assembleia Legislativa está nas ruas em forma de campanha publicitária e foi oficializado na manhã desta sexta-feira (18), durante a audiência pública realizada na Casa, que mobilizou instituições. Os números do problema são estarrecedores: no Rio Grande do Norte, a cada dois dias, ao menos uma criança é abusada sexualmente. Dados nacionais da Ouvidoria dos Direitos Humanos apontam o Estado com o maior número de casos de abuso comprovados, quase 2 mil ao ano.

Meninas, em sua maioria, são as vítimas (68%). O agressor, quase sempre, um parente muito próximo, do círculo familiar (80%). O abuso infantil é silencioso, sorrateiro e acinzenta uma fase da vida em que só as brincadeiras e sonhos deveriam colorir os dias. Medo, insegurança e sentimentos de inadequação e culpa confundem, talvez por toda a existência, a mente das vítimas, assustadas por quem lhes deveria dar amor e proteção. Durante o debate, familiares de vítimas relataram histórias e emocionaram os participantes com seus depoimentos.

A data é emblemática: 18 de maio é o Dia Nacional de Combate à Exploração Infantil. O debate foi uma iniciativa conjunta do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), com os colegas Hermano Morais (MDB) e Márcia Maia (PSDB), que preside no Legislativo do RN a Frente Parlamentar da Criança e do Adolescente. A Assembleia soma esforços para combater uma violência que alcança uma média anual de 586 crianças e adolescentes potiguares, de acordo com o Ministério dos Direitos Humanos.

“Este tema deve ser relembrado a todo instante para que este mal seja extirpado do seio da sociedade. Para a criança é importante que ela tenha estrutura e apoio, proporcionados por núcleos como a família, a escola e a sociedade. Quando um desses núcleos falha, as consequências são muito graves, principalmente se for a família, pois o ambiente protetor é fundamental para a criança e o adolescente, que, sem esta linha de proteção, ficam vulneráveis”,  defendeu Ezequiel Ferreira.

Titular da Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), Dulcineia Costa chamou a atenção para um dado ainda mais preocupante: mesmo altos, os números estão subnotificados, porque nem toda agressão vira denúncia. “Temos casos que culminaram em morte, menos comum dos que os atendimentos nas delegacias, mas nosso 18 de maio acontece todos os dias”, afirmou. Em 2017 a delegada instaurou 140 inquéritos para apurar esse tipo de abuso.

A deputada Márcia Maia afirmou que esta luta deve ser diária: “É preciso por fim a essas histórias e punir os autores dessa violência. Que tenhamos uma realidade onde crianças possam ser realmente crianças, sem medo dos monstros que a espreitam”. Para o deputado Hermano Morais, esta causa pertence a toda a sociedade: “Esse problema foi abraçado nesta Casa há muito tempo e agora de forma proativa, com o lançamento desta campanha. Chega de impunidade”, afirmou.

A psicóloga infantil da Assembleia Legislativa, Helga Torquato, chamou atenção para alguns sinais que podem indicar que a criança ou adolescente está sofrendo abuso. Entres as alterações de comportamento estão o choro repentino, pesadelos e repulsa a uma pessoa que era do convívio. “É preciso observar os sinais, pois nem sempre os denunciantes são familiares, já que o abusador pode estar dentro da família. São marcas que podem trazer consequências para vida adulta”, disse Helga.

Durante a audiência o publicitário Renato Quaresma, da agência responsável pela produção das peças visuais, parabenizou a Casa pela utilização de verba pública numa campanha de tamanha importância. Também participaram do evento as deputadas Larissa Rosado (PSDB), Cristiane Dantas (PPL), a promotora da Infância e Juventude, Juliana Alcoforado, a vereadora Júlia Arruda (PDT), presidente da Frente Parlamentar em Defesa das Crianças e dos Adolescentes, na Câmara Municipal de Natal, o advogado Paulo César Ferreira, que preside a Comissão da Infância da OAB, além de representantes do Governo do RN, Ministério Público, OAB, entre outras instituições.

CAMPANHA
A campanha que já está nas ruas tem peças em vídeo, gibis, cartazes, além de mídia em TV, rádios, impressos e redes sociais. Com o slogan “Para algumas crianças, monstros existem”, a campanha chama a atenção não só de pais de vítimas, mas de toda a sociedade. Todo o material pode ser acompanhado através do perfil @assembleiarn.

Crédito: João Bezerra Júnior – Assessor de Comunicação

Equipes de Agentes de Endemias da Prefeitura de Currais Novos estão intensificando as ações de combate ao aedes aegypti e muriçocas com o uso de 4 máquinas UBV (Fumacê portátil), que são melhores para a aplicação da fumaça assim como de combater diretamente os focos. Para melhor atender a população, a equipe montou um cronograma de ações que já estão sendo realizadas nos bairros da cidade. Confira a programação a partir desta sexta-feira (18) até o dia 11 de junho:

  • 18 de maio: Das 15h às 19h no bairro Dr. José Bezerra
  • 21 de maio: Das 15h às 19h no bairro Walfredo Galvão (IPE)
  • 22 de maio: Das 15h às 19h no bairro Antônio Rafael
  • 23 de maio: Das 15h às 19h no bairro Gilberto Pinheiro
  • 24 e 25 de maio: Das 15h às 19h no Centro
  • 28 de maio: Das 15h às 19h no bairro Manoel Tomaz Araújo
  • 29 e 30 de maio: Das 15h às 19h no bairro Manoel Salustino
  • 31 de maio e 01 de junho: Das 15h às 19h no bairro Santa Maria Goreti
  • 04 e 05 de junho: Das 15h às 19h no bairro JK
  • 06 e 07 de junho: Das 15h às 19h no bairro Parque Dourado
  • 08 de junho: Das 15h às 19h no bairro Gov. Radir Pereira
  • 11 de junho: Das 15h às 19h no bairro Prefeito José Dantas

Crédito: João Bezerra Júnior – Assessor de Comunicação

O desenvolvimento de aplicativos que ajudem na melhoria da qualidade de vida das pessoas e contribuam para uma melhor estratégia de ações na atenção básica foi um dos projetos premiados pelo SEBRAE RN como uma das iniciativas inovadoras do “1º Programa de Desenvolvimento de Negócios e Impacto Social”. Criado pelo residente da UFRN e cirurgião-dentista, Rodolfo Lira, o projeto receberá recursos para o aperfeiçoamento dos aplicativos. O plano de execução para o uso dos App’s “UP Saúde” e “Epidemic” foi discutido em reunião nesta quinta-feira (17) com o Prefeito Odon Jr e o secretário municipal de saúde, Luciano Oséas.

“Esta conversa teve como objetivo firmar um plano de execução e desenvolvimento destes aplicativos que irão auxiliar na rede de atenção básica do município”, disse o Prefeito Odon Jr, que elogiou a iniciativa e afirmou que será um grande avanço na rede de saúde municipal. De acordo com o residente, o app “UP Saúde” tem o objetivo de integrar os usuários com o SUS e ter acesso, por exemplo, à agendamento de consultas. O “Epidemic” baseia-se em um mapa interativo em que a população poderá marcar locais com focos do aedes aegypti. Nos aplicativos também será possível que a população tenha acesso á Ouvidoria do SUS, enviando sugestões e críticas.

 

 

Crédito: João Bezerra Júnior – Assessor de Comunicação

Alertar a população sobre a exploração e abuso de crianças e jovens é a principal luta da Campanha Nacional “Faça Bonito”, que realiza em todo o país nesta sexta-feira, 18, o “Dia D” de mobilizações com o intuito de chamar a atenção da sociedade sobre os direitos das crianças e jovens e proteger este público dos maus tratos e abusos. Em Currais Novos a abertura aconteceu nesta manhã em frente à Prefeitura Municipal e contou com a participação de autoridades, crianças e adolescentes, alunos do projeto AABB Comunidade, servidores da saúde, educação e assistência, e comunidade.

Em discurso, o Prefeito Odon Jr destacou a importância da campanha. “Muito importante esta mobilização para conscientizar nossa sociedade sobre este tema, e buscarmos sempre proteger nossas crianças e jovens”, comentou. A campanha também realizará às 15h na Praça Cristo Rei uma mobilização social em alusão ao “Dia D”. O “Faça Bonito” é realizado pela SEMTHAS através do CREAS e conta com o apoio dos CRA’s – Centros de Referência de Assistência Social, PROERD, Conselho Tutelar, Residência Multiprofissional UFRN, NASF, e secretarias municipais de saúde e educação

Crédito das Fotos:  João Gilberto

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), solicita ações para beneficiar a população do Seridó, Mato Grande, Potengi e a Costa Branca. Entre as ações está a pavimentação de ruas, que devem ser tratadas como um componente estruturador das cidades, de suas formas de desenvolvimento e suas relações com o meio urbano.

São por essas razões que Ezequiel Ferreira de Souza tem a preocupação em sempre incluir nas suas ações parlamentares a solicitação de convênios entre o governo do Estado e os municípios do interior para a pavimentação e drenagem de ruas. As mais recentes solicitações protocoladas na Mesa Diretora da Casa solicitando essas providências foram para beneficiar os municípios de Taipu, na região Mato Grande e Acari, no Seridó.

“Ao requerer essas obras levo em consideração que a falta de pavimentação em ruas urbanas prejudica o desenvolvimento das cidades. Uma rua pavimentada melhora a qualidade de vida da população e proporciona um novo visual para as cidades. Acredito que o Governo tem interesse em investir em uma melhor infraestrutura nos municípios”, justifica o deputado Ezequiel Ferreira.

Para Acari, o deputado também solicitou a implantação, pelo governo do Estado, do Projeto Ronda Cidadã, para trabalhar a questão do policiamento na cidade, com o objetivo de combater a criminalidade.

Ezequiel também solicitou a disponibilidade de um veículo modelo ambulância UTI para atender a demanda da população do município de Areia Branca, na região Costa Branca.

Já para o município Barcelona, na região Potengi, o deputado Ezequiel solicitou o aumento do efetivo da Policia Militar, justificando que a população está atormentada por uma sequência de assaltos. Os comerciantes da cidade são os mais prejudicados pois têm que fechar os estabelecimentos mais cedo, porque os assaltantes andam tranquilamente pelas ruas e o policiamento é falho devido o efetivo policial na região não ter condições de atender toda a demanda.

Crédito Agência Brasil

Uma decisão do juiz federal Haroldo Nader, da 6ª Vara Federal de Campinas, no interior paulista, suspendeu hoje (17) os benefícios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pelo cargo ocupado de 2003 a 2010. O despacho do juiz de primeira instância obriga a União a retirar do ex-presidente quatro seguranças, dois motoristas e dois assessores.

A retirada dos benefícios foi solicitada em uma ação popular apresentada por Rubens Alberto Gatti Nunes, justificando que não seriam mais necessários em virtude da prisão do ex-presidente, que desde 7 de abril cumpre pena estabelecida pelo juiz Sérgio Moro na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba (PR).

Em sua decisão, o juiz justifica que ocorre desvio da finalidade, custeados pelo erário, com a manutenção e custeio de seguranças individuais, veículos com motoristas e assessores, “a um ex-presidente que cumpre pena longa, de 12 anos e um mês de reclusão, mesmo que com a possibilidade de progressão, além de mera expectativa no momento, ocorreria apenas após mais de dois anos”.

O juiz ressalta que Lula está sob custódia permanente do Estado, em sala individual, ou seja, sob proteção da Polícia Federal, que lhe “garante muito mais segurança do que tivera quando livre, com alguns agentes a acompanhar-lhe aonde fosse”.

A retirada dos dois veículos também foi justificada pelo fato de qualquer deslocamento do ex-presidente só ocorrerá “sob escolta da Polícia Federal.” Em relação aos assessores, o despacho informa que não há justificativa razoável, já que o ex-presidente está detido, apartado dos afazeres normais, atividade política, profissional e até mesmo social.

Ao final do despacho, o juiz Nader diz que o Ministério Público Federal pode solicitar vistas do processo, e que caberá à União a suspensão imediata dos benefícios.

Crédito: João Bezerra Júnior – Assessor de Comunicação

Acontecerá durante toda esta sexta-feira (18) mobilizações em alusão ao “Dia D” da Campanha “Faça Bonito”, que tem o objetivo de alertar a população sobre a exploração e abuso de crianças e jovens. As ações que se iniciam as 7h na Prefeitura Municipal de Currais Novos com a abertura das atividades, e às 15h acontecerá uma mobilização social na Praça Cristo Rei.

A Campanha “Faça Bonito” é nacional e reafirma, a cada ano, a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos das crianças e adolescentes. A flor é o símbolo principal da campanha pois está associada à fragilidade de uma criança e lembranças da primeira infância. Em Currais Novos, a Campanha é realizada pela SEMTHAS através do CREAS e conta com o apoio dos CRA’s – Centros de Referência de Assistência Social, PROERD, Conselho Tutelar, Residência Multiprofissional UFRN, NASF, e secretarias municipais de saúde e educação.

Crédito: Senadora Fátima Bezerra – PT/RN

Ao defender o Projeto de Lei da Câmara 19/2018, que cria o Sistema Único de Segurança Pública (Susp), aprovado nesta quarta-feira na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e, em seguida, pelo Plenário, a senadora Fátima Bezerra ressaltou a importância da ampliação dos investimentos em segurança e nas políticas sociais, como educação.

“Nós estamos vivendo um momento muito delicado no país. É fundamental que invistamos em segurança pública, equipamentos e novas tecnologias e valorizemos os policiais e os demais profissionais da área de segurança pública”, defendeu.

O projeto cria a Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social e institui o Sistema Único de Segurança Púbica. As políticas públicas da área serão implementadas por meio dos planos decenais de segurança pública e defesa social; do Sistema Nacional de informação e de gestão; e dos fundos de financiamento de segurança, como o Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) e o Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP), que não sofrerão contingenciamento de recursos.

A ação planejada terá validade por 10 anos, tendo como ponto de partida a atuação conjunta dos órgãos de segurança e defesa social da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, em articulação com a sociedade. “Vamos fazer com que o Brasil possa dizer não à violência e ao crime organizado, com uma política de segurança pública em prol da vida, que proteja e garanta a integridade física da população e a cidadania da população brasileira”, concluiu a senadora.

Fátima também lamentou que a maioria do Senado tenha derrotado a emenda da bancada do PT,PCdoB e PSB que suprimia os Agentes Sócio educativos do Sistema Único de Segurança Pública (Susp), contrariando as posições do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA.

Violência

Para a parlamentar, o Brasil virou uma verdadeira praça de guerra em relação à violência. Fátima relembrou os dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgados em 2016, que mostrou que o País registrou o assassinato de mais 61.283 pessoas, sendo a maioria dessas vítimas: homens (92%); negros (74,5%) e jovens entre 15 e 29 anos (53%). “Quem mais morre, nessa praça de guerra, são os jovens negros pobres e de periferia. Quanto a homicídios de mulheres, nós temos um número assustador: uma mulher foi assassinada a cada duas horas no ano de 2016, um total de 4,6 mil mulheres mortas”, destacou.

Fátima ainda atentou para o aumento da violência no Rio Grande do Norte. De acordo com dados do Obvio (Observatório da Violência), foram registrados mais de 6 mil homicídios nos últimos três anos no estado. “O Rio Grande do Norte, infelizmente, não foge à regra. Muito pelo contrário, se agravou – e muito – o problema da violência. Nossa linda cidade de Natal foi apontada, recentemente, por uma ONG mexicana, como a capital mais violenta do País. Nesse cenário, ganha cada vez mais relevância e urgência o tema da segurança pública”, disse.

O prefeito de Campo Redondo, Alessandru Alves (PROS), anunciou em suas redes sociais a suspensão do leilão do antigo prédio da APAMI, onde funciona o Hospital Municipal. Nesta quarta-feira (16) o espaço seria leiloado com avaliação inicial de R$ 95 mil reais para pagamento de dívidas trabalhistas deixadas em gestão passada. “Com muito esforço conseguimos impedir o leilão do prédio da APAMI na Justiça do Trabalho”.

O prefeito disse ainda que conseguiu negociar e adquirir o imóvel para prefeitura e que a população está aliviada pois os serviços de saúde pública estão garantidos. “Na Negociação o valor do imóvel foi adquirido pela Prefeitura de Campo Redondo pelo valor estimado inicialmente no leilão. Desta forma manteremos o atendimento à população e garantimos aos ex-funcionários da APAMI o recebimento do que é seu por direito”.

E finalizou lembrando que essa situação é herança do passado e que sua gestão tem tentado resolver para que a população não sofra as consequências. “Somos cientes que chegamos nesta situação devido a uma gestão desastrosa no passado, mas estamos aliviados e felizes por termos conseguido reverter esta decisão judicial o prédio agora deverá fazer parte do patrimônio do município.”

Crédito das Fotos:  João Gilberto

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), solicitou ao Governo do Estado intervenções que vão reforçar a infraestrutura, a segurança e a oferta de lazer e esporte para o município de Brejinho, na região Agreste.

“São ações que não demandam grandes investimentos, mas que terão impacto significativo para a população da cidade. Reparos na delegacia, recuperação da malha viária e restauração do ginásio da cidade podem promover a melhoria na qualidade de vida da população”, destacou o parlamentar.

Para as ações, o parlamentar propôs que sejam firmados convênios com o município, de modo a dividir as responsabilidades pelas ações. As solicitações do presidente da Assembleia Legislativa podem gerar benefícios para cerca de 13 mil pessoas, população estimada da cidade.

Os requerimentos estabelecem que as ações de infraestrutura sejam para a malha viária das comunidades de Parque do Sol, Alto Paraíso e João Paulo II. O deputado justifica a escolha desses três locais como necessários para a promoção da distribuição de recursos e ações governamentais.

Já o ginásio poliesportivo da cidade e a delegacia de polícia passam por deterioração que demandam urgentes reparos para que tenham continuidade nos serviços que ofertam.

Crédito: G1

Representação gráfica da galáxia MACS1149-JD1. Gás na galáxia é soprado pelo vento estelar (Foto: ALMA (ESO/NAOJ/NRAO))

Cientistas encontraram sinal de oxigênio em galáxia localizada a 13.28 bilhões de anos-luz de distância da Terra, demonstra estudo publicado nesta quarta-feira (16) na “Nature”. O registro foi feito pelo supertelescópio ALMA (Atacama Large Milimeter Array) e é o ponto mais distante do Universo em que o gás foi registrado.

O ano-luz é uma medida de distância utilizada em astronomia e indica o caminho percorrido pela luz no vácuo no período de um ano. Para se ter uma ideia da distância do ponto de oxigênio encontrado, o Sol está a 8 minutos-luz do nosso planeta.

O feito foi alcançado por uma equipe internacional de astrônomos, coordenada por Takuya Hashimoto, pesquisador no Observatório Astronômico Nacional do Japão.

A galáxia tem o nome de de MACS1149-JD1 e, para identificar o gás, os cientistas primeiro verificaram a presença de uma luz infravermelha emitida pelo oxigênio.

“Eu fiquei tão animado que eu sonhei com o sinal de oxigênio e tive dificuldade de dormir à noite”, diz Hashimoto, em nota.

O cientista descreve que o sinal infravermelho percorreu 13,28 bilhões de anos-luz; e, por isso, trata-se do oxigênio mais antigo já detectado por qualquer telescópio.

Para chegar a essa distância, os cientistas mediram o comprimento de onda do sinal infravermelho.

Oxigênio e estrelas

Segundo os cientistas, por um certo período após o Big Bang, não havia oxigênio no Universo. O oxigênio foi criado nas estrelas e liberado quando morreram. Por isso, a detecção de oxigênio em MACS1149-JD1 indica que gerações anteriores de estrelas expeliram o gás.

A partir disso, os astrônomos também identificaram que as estrelas mais antigas da galáxia existiram há cerca de 250 milhões de anos.

Não é a primeira vez que o ALMA registra o oxigênio mais distante. Em 2016, cientistas encontraram oxigênio em galáxia a 13.1 bilhões de anos-luz.

Crédito: João Bezerra Júnior – Assessor de Comunicação

Tem início na próxima sexta-feira (18) a programação da 21ª Exposição Agropecuária de Currais Novos – EXPONOVOS, que acontecerá até o domingo, 20, com diversas atividades no Parque de Exposições “Dr. José Bezerra de Araújo”, e um dos eventos em destaque neste ano será o Torneio Leiteiro.

Realizado pelo Governo do Estado através da Secretaria Estadual da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (SAPE) e com grande apoio da Prefeitura Municipal de Currais Novos, a expectativa é que o evento deste ano conte com 600 animais e uma maior participação do pequeno criador.

Para melhor organização do Parque, a Prefeitura Municipal está realizando a limpeza de todo o espaço para receber os animais, estandes, expositores e a estrutura dos parceiros do evento.

A programação tem início na sexta-feira com a entrada dos animais no Parque de Exposições até às 12h. O torneio leiteiro tem início as 17h, abertura oficial às 20h, e as 22h terá apresentação cultural.

No sábado (19), às 8h tem início o julgamento de caprinos e ovinos, a partir das 8h30 a realização de diversas palestras. À noite, leilão de animais às 20h e apresentação cultural às 22h.

No domingo (20), o resultado do torneio leiteiro será divulgado às 11h30 e a saída dos animais e a entrega da premiação acontecerão às 12h.

A Assembleia Legislativa, por meio da Escola da Assembleia, participa nesta quarta e quinta-feira (16 e 17), na UFRN, do IV Colóquio sobre Gestão Pública, que busca refletir sobre o processo de construção das capacidades institucionais de gestão na administração pública, tendo como foco os seguintes temas: limites e possibilidades de profissionalização da burocracia pública; os laboratórios de inovação para melhoria da gestão pública; e os dilemas e limites da gestão pública na atualidade.

“A participação da Escola da Assembleia no IV Colóquio em Gestão Pública da UFRN fortalece a parceria entre as duas instituições, iniciada com o mestrado profissional em Gestão Pública e enraizada na produção de conhecimento na área pública”, enfatiza o diretor da Escola, professor Carlos Russo.

O evento integra a programação do 23º Seminário de Pesquisa do CCSA/UFRN, que tem como tema ‘Desenvolvimento e Democracia no Brasil: do que estamos falando?’. O seminário busca evidenciar a preocupação do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da UFRN em consolidar um espaço para discussão e socialização do conhecimento produzido nas diferentes áreas das ciências sociais aplicadas. Outras informações no endereço: www.seminario.ccsa.ufrn.br.

Programação do IV Colóquio em Gestão Pública

Dia 16

15h30 – Mesa Redonda ‘Os desafios da profissionalização da burocracia Palestrantes: Pedro Luiz Costa Cavalcante (Coordenador de Estudos e Políticas de Estado e Democracia – IPEA) e Natália Massaco Koga (ENAP) Mediador: Prof. Richard Medeiros (PPGP/UFRN). Local: Auditório do Curso de Ciências Contábeis – Sala H2 – Setor V.

19h30 – Cerimônia de abertura

20h Conferência ‘Construindo capacidades institucionais de gestão na Administração Pública: limites e possibilidades’. Conferencista: Alexandre de Avila Gomide (Diretor de Estudos e Políticas do Estado, Instituições e Democracia – IPEA). Local: Auditório do NEPSA I.

Dia 17

9h30 – Mesa Redonda ‘Laboratórios de Governo e Inovação na Gestão Pública’. Palestrantes: Marco Bruno Miranda Clementino (Diretor do Foro da Justiça Federal no Rio Grande do Norte e do i.9 JFRN, Laboratório de Inovação da JFRN) e Daniela Coimbra Swiatek (Coordenadora do Laboratório de Inovação em Mobilidade – Prefeitura de São Paulo) Mediador: Prof. Hironobu Sano (PPGP/ PPGA/UFRN). Local: Auditório do NEPSA I.

15h30 Conferência de Encerramento ‘Novos dilemas e alternativas para a Gestão Pública’. Conferencista: João da Rocha Neto (Professor do Programa de Pós-graduação em Administração – UNB, Escola Nacional de Administração Pública). Local: Auditório do NEPSA I.

Crédito: Senadora Fátima Bezerra – PT/RN

Durante a audiência pública da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), a senadora Fátima Bezerra criticou os cortes no orçamento da União, no Ministério da Educação, principalmente na área de investimentos. A CE recebeu, nesta terça-feira, o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, que apresentou os problemas e as prioridades da pasta.

Houve queda, sim, nas despesas discricionárias que envolvem custeio e investimento do Ministério da Educação. Em 2015, nós tivemos R$ 30 bilhões e, neste ano, tivemos empenhados apenas R$ 22 bilhões. Isso é reflexo da Emenda Constitucional 95, que congelou os gastos públicos nos próximos 20 anos. A dupla Temer-Meirelles só sabe cortar”, afirmou a senadora.

Fátima também considerou um retrocesso a redução das vagas dos cursos de Medicina no país. No último dia 05 de abril, o Ministério da Educação proibiu a abertura de novos cursos de Medicina e novas vagas em cursos já existentes, tanto nas instituições privadas como nas instituições públicas. “Na contramão do programa “Mais Médicos”, o MEC lançou o programa “Menos Médicos”. No meu estado, nós temos lutado para consolidar e ampliar as vagas de Medicina na Universidade Federal do Rio Grande do Norte e na Universidade Federal Rural do Semiárido. Questiono: O novo Ministro da Educação pretende manter o programa “Menos Médicos”, em detrimento do sonho de milhares de estudantes que desejam fazer um curso de Medicina em uma universidade pública? ”.

Ainda em relação ao Rio Grande do Norte, Fátima cobrou do governo uma ação concreta em relação à reclassificação dos campi de Lajes e Parelhas como independentes. Hoje, ambos são ligados administrativamente ao Campus Natal-Central do IFRN. Ela também solicitou informações sobre a liberação de recursos para as universidades do estado.

Fátima repudiou ainda o descaso do ministro em relação à realização da Conferência Nacional Popular de Educação (Conape 2018), que será realizada entre os dias 24 a 26 de maio, em Belo Horizonte. “Lamento que o ministro fale com desprezo da Conape. Mas, isto faz parte de um governo ilegítimo e de tantos retrocessos no campo da educação”, disse.

Após ser questionado pela parlamentar sobre a continuidade do Plano Nacional de Formação dos Profissionais da Educação Básica, o Parfor, o ministro informou que será lançado novo edital do programa em junho deste ano. Em audiência pública na CE, presidida pela senadora Fátima, em abril, os representantes do ministério e da Capes garantiram que seriam lançados novos editais até o segundo semestre deste ano.

Crédito: G1RN

A Justiça do Rio Grande do Norte determinou que os professores e educadores infantis de Natal, que estão em greve desde março, voltem às suas atividades. A decisão liminar do desembargador Gilson Barbosa atendeu a um pedido feito pelo município e ainda estabeleceu multa diária no valor de R$ 10 mil, caso o sindicato que representa a categoria não cumpra a medida.

O município entrou com a ação cívil contra o Sindicato dos Trabalhadores e Educação Pública (Sinte) alegando que o movimento é ilegal e entendendo que o serviço atingido pela paralisação tem caráter essencial.

Os professores pedem correção no piso salarial 2018, além de outras 56 reivindicações na pauta enviada à Prefeitura de Natal.

Professores de Natal decidiram entrar em greve em março deste ano (arquivo) (Foto: Lenilton Lima/ Sinte)

Na ação, o Sinte defendeu a sua legitimidade para representar os interesses dos trabalhadores nas negociações ou perante o Poder Judiciário e defendeu o não enquadramento do serviço no rol de atividades essenciais, porque considera que eles não são indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis.

O desembargador Gilson Barbosa, responsável pela determinação, decidiu não declarar, no momento, a ilegalidade ou abusividade da greve, mas apontou a necessidade do retorno dos servidores às suas atividades, para que os alunos da rede municipal voltem a ter aulas regulares e não tenham o ano letivo prejudicado.

A multa diária de R$ 10 mil, a ser aplicada se os profissionais não voltarem ao trabalho, está limitada a R$ 50 mil, em princípio.

Leia o Jornal Impresso