Crédito da Foto: Ney Douglas


O Setembro Amarelo foi tema de discussão na tarde desta terça-feira (18), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Reunindo deputados, autoridades no assunto e pessoas que tiveram familiares como vítimas do suicídio, a Audiência Pública apontou para ações emergenciais que devem ser tomadas para reduzir o número de suicídios no estado. Entre os principais pontos está a implantação de uma rede de segurança na Ponte Newton Navarro.

Atualmente, o número aproximado de mortes referentes a suicídios no Brasil supera os 11 mil por ano, sendo a terceira maior causa de mortes por fatores externos identificados, com 6,8% dos casos, atrás somente dos homicídios (36,4%) e das mortes relacionados ao trânsito (29,3%). Apesar de haver um aumento no número de casos e redução ampliação das notificações, o caso ainda é tratado como tabu. A falta de informações concretas, na opinião dos participantes do debate, dificulta a realização de açõs para prevenir novos casos de suicídio.

No entendimento da professora Anna Karina Silva, do departamento de Psicologia da UFRN, é preciso que o tema seja mais discutido e deixe de haver uma barreira ao se falar sobre suicídio. Para ela, ações imediatas devem ser tomadas tanto para dificultar a tentativa de suicídio quanto para conscientizar a população e profissionais de Saúde sobre como agir quando encontrar uma pessoas que pensem em tirar a própria vida.

“Tem que se criar espaços para tratar sobre o tema, nas escolas, no trabalho e nas famílias. É preciso que se abra a possibilidade de pedir socorro. Um atendimento a quem fala em se matar sempre é emergencial. Para cada suicídio, temos cerca de 20 tentativas. Temos que prevenir. O atendimento ao suicida é urgente”, disse a professora, que citou a Ponte Newton Navarro como um local onde é preciso atenção especial do Poder Público. “Precisamos pensar na Ponte. Percebemos o quanto é difícil se cuidar, já que desde o primeiro dia após a inauguração, os suicídios são frequentes. Tem sido um local escolhido por muitos para dar fim à própria vida. Precisamos tomar ações emergenciais que possam produzir uma intenvenção imediata”, sugeriu a professora.

Médico psiquiatra do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), Emerson Arcoverde acredita que é preciso mudanças na formação dos profissionais da área de Saúde, para que os cuidados com a saúde mental também sejam prioridade no atendimento, identificando casos de pessoas que têm ou estão com tendências suicidas.

“Não é só um problema de saúde, mas é um problema que é da sociedade e vai além de uma especialidade. Todo o profissional de saúde deve ter os cuidados, para impedir o adoecimento e em outra tentativa. Os profissionais devem ser formados de maneira mais adequada, os já formados devem formar um ambiente que se entenda o adoecimento mental e temos que tirar a melhor oportunidade de prevenção”, explicou o médico e professor.

Ainda na audiência, onde várias pessoas expuseram casos de suicídios ou tentativas envolvendo familiares, ficou definido que o Poder Legislativo vai atuar para cobrar a implantação de uma política estadual para a prevenção dos suicídios, além de requerer oficialmente ao Poder Executivo a instalação de uma rede de proteção na Ponte Newton Navarro.

Crédito: Letícia Prado- Assessoria de Comunicação

A Justiça Estadual de Currais Novos em conjunto com o leiloeiro oficial Edeylson Fidelis, realizam leilão presencial no dia 24 de setembro de 2018, a partir das 09:00 horas, no Fórum. No evento, serão leiloados imóveis comerciais, urbanos e rurais localizados em Currais Novos, veículos e outros bens. Interessados podem obter informações mais detalhadas pelo site[leiloesjudiciais.com.br/rn]leiloesjudiciais.com.br/rn ou então pelo 0800-707-9272.

Crédito: Agência Brasil/Foto: R. Alves

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou que começa a partir de domingo (23), em dez estados, o processo de bloqueio de celulares irregulares, aparelhos adulterados, roubados, extraviados e não certificados pela Anatel. Segundo a agência, que divulgou a informação hoje (17), a medida atinge os usuários de celulares de estados das regiões Centro-Oeste, Sul, Norte e Sudeste. No Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Tocantins, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, quem estiver utilizando aparelhos irregulares, vai começar a receber a partir deste domingo mensagens alertando sobre o problema.

Nesses estados, a medida vale para aparelhos irregulares habilitados a partir de 23 de setembro de 2018. Os aparelhos irregulares receberão a partir de domingo a seguinte mensagem, enviada pelo número 2828: “Operadora avisa: Pela Lei 9.472 este celular está irregular e não funcionará nas redes celulares em 75 dias. Acesse www.anatel.gov.br/celularlegal”

Já o bloqueio dos aparelhos será feito a partir do dia 8 de dezembro. A última mensagem, na véspera do bloqueio, apresentará o seguinte conteúdo: “Operadora avisa: Este celular IMEI XXXXX é irregular e deixará de funcionar nas redes celulares. Acesse www.anatel.gov.br/celularlegal”

CERTIFICADOS

De acordo com a legislação, todo aparelho celular em uso no país deve ser certificado ou ter sua certificação aceita pela Anatel. “Aparelhos celulares certificados passaram por uma série de testes antes de chegarem às mãos do consumidor. O usuário deve sempre procurar o selo da Anatel no verso da bateria do celular e também no carregador”, informou a assessoria da agência.

Com o bloqueio, a Anatel pretende coibir o uso de telefones móveis não certificados, com IMEI adulterado, clonado ou outras formas de fraude. Segundo a Anatel, os usuários que já têm aparelhos móveis irregulares habilitados não serão desconectados, caso não alterem o número.

IMEI (do inglês International Mobile Equipment Identity) é o número de identificação do celular. O IMEI DB, como é chamado, é acessado por fabricantes, operadoras e agências reguladoras de todo o mundo, razão pela qual aparelhos certificados em qualquer país têm o número de identificação.

COMO SABER

Para saber se o número de IMEI é legal, basta discar *#06#. Se a numeração coincidir com o que aparece na caixa, o aparelho é regular. Caso contrário, há uma grande chance de o aparelho ser irregular.

A agência disse que, uma parceria entre prestadoras, fabricantes e a Anatel serviu para a implantação de um sistema informatizado que identifica os celulares irregulares em uso na rede.

Chamado de “Celular Legal” o projeto de bloqueio foi divido em três fases. A fase piloto (1ª fase) começou com o envio e mensagens em 22 de fevereiro de 2018 para os usuários de Goiás e do Distrito Federal, e o bloqueio começou a partir do dia 9 de maio.

“Até julho deste ano, foram bloqueados por irregularidades 41.827 acessos de telefonia móvel/internet móvel em Goiás e no Distrito Federal, o que representou 0,3% do total de 12.587.694 de acessos em funcionamento, sendo 5.308.975 no DF e 7.278.719 em Goiás”, disse a Anatel.

NORDESTE

De acordo com a agência, a terceira fase abrangerá a Região Nordeste e demais estados do Norte e do Sudeste, incluindo São Paulo. Para esses estados, o encaminhamento de mensagens aos usuários começa a partir de 7 de janeiro de 2019 e impedimento do uso dos aparelhos irregulares será a partir de 24 de março de 2019. Nesses estados, a medida vale para aparelhos irregulares habilitados a partir de 7 de janeiro de 2019.

Consumidores que estejam utilizando aparelhos irregulares antes dessas datas não serão desconectados caso não alterem o seu número. Já aqueles que conectarem às redes de telecomunicações aparelhos irregulares após essas datas serão notificados por mensagens SMS e, após 75 dias, o aparelho não irá mais funcionar nas redes de telecomunicações.

ESTRANGEIROS

Celulares comprados no exterior vão continuar funcionando no Brasil, desde que sejam certificados por organismos estrangeiros equivalentes à agência reguladora. Um celular só é considerado irregular quando não possui um número IMEI registrado no banco de dados da GSMA, associação global de operadoras.

Não serão considerados irregulares os equipamentos adquiridos por particulares no exterior que, apesar de ainda não certificados no Brasil, tenham por origem fabricantes legítimos.

Crédito: Rayane Guedes/Assessoria de Imprensa

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte conquistou na justiça uma decisão obrigando um plano de saúde a autorizar e custear exame para confirmação de uma síndrome genética. A decisão ocorreu através de uma tutela de urgência, visto que esta não realização pode acarretar danos graves a paciente.

No processo, a paciente relatou que possui plano de saúde na modalidade ambulatorial com a assistência médica há mais de um ano e paga uma mensalidade de R$ 206,92. Entretanto, em junho deste ano um médico geneticista, conveniado à operadora de saúde, solicitou a realização do exame de pesquisa de mutação de gene FBN1. A solicitação tinha como objetivo confirmar o diagnóstico da Síndrome de Marfan, doença genética que afeta coração, olhos, vasos sanguíneos, além do tecido conjuntivo deixando membros superiores e inferiores alongados.

A operadora, no entanto, negou a autorização com o argumento de que esta não obedece a Diretriz de Utilização (DUT), lista fornecida pela Agência Nacional de Saúde que estabelece regras e normas para orientar e regulamentar o uso de procedimentos médicos e exames complementares. Mesmo assim, a sentença avaliou que não havia cláusula contratual que afastasse o procedimento médico solicitado.

Na decisão, o Juízo de Direito da Oitava Vara Cívil afirmou que “havendo previsão contratual para a cobertura da enfermidade do consumidor, seria, no mínimo, contraditório a atitude da operadora em negar a cobertura do procedimento necessário ao seu tratamento ou amenização dos sintomas sofridos, sob a alegação de que não foi obedecida a Diretriz de Utilização”.

O texto declara ainda que as operadoras dos planos de saúde podem limitar a cobertura contratual, no entanto é necessária que essa limitação esteja escrita de forma clara e destacada no contrato para evidenciar o princípio a informação, previsto como direito básico do consumidor. A decisão determina que a empresa de assistência médica autorize e custeie o exame solicitado pelo médico, sob pena de multa diária de R$ 500,00, limitado ao montante de R$ 20.000,00.

Crédito: Wilson Galvão, Marina Gadelha, Williane Silva e Cícero Oliveira

A Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (OSUFRN) realiza, no próximo sábado, 22, seu sexto concerto oficial de 2018. O evento acontecerá em duas sessões, às 18h e às 20h, na Escola de Música (EMUFRN), com regência do maestro André Muniz.
O repertório traz as obras Sinfonia nº 4, escrita em 1806, por Beethoven, e Os Pinheiros de Roma, peça do principal compositor italiano do século XX, Ottorino Respighi. O evento é gratuito e os ingressos podem ser retirados a partir da quinta-feira, 20, na coordenação de eventos da EMUFRN.

Apresentação no Vaticano

A escolha do repertório marca o início oficial das atividades da Orquestra Sinfônica, que participará da audiência geral do Vaticano, com a presença do Papa Francisco, no dia 12 de dezembro. Esta será a segunda vez que a Orquestra se apresenta internacionalmente, a primeira aconteceu em 2015, na Alemanha.

Crédito: ASCOM-Reitoria/UFRN, Wilson Galvão, Marina Gadelha, Williane Silva e
Cícero Oliveira

O Seminário de Relançamento do Grupo de Pesquisa História, Cultura e Poder (GPHCP) acontece nesta quarta-feira, 19, com o título “Há 50 anos de 1968: possibilidades de uma História Política para o século XXI”, no Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres-Caicó) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O evento é voltado para professores e alunos do curso de História e demais graduações do Ceres.

Realizado pelo Departamento de História do Ceres, o seminário terá palestras de especialistas em História Política, além da exibição de obras audiovisuais pertinentes à área. O objetivo é divulgar o GPHCP e aproximar os estudantes do curso de História da pesquisa e da extensão, bem como abrir as portas para trocas com outros cursos do Centro e de outras instituições de ensino básico e superior de Caicó e da comunidade em geral.

GPHCP
O Departamento de História do Ceres (DHC) formou o Grupo de Pesquisa História, Cultura e Poder (GPHCP) em 2010, o qual ganhou força com a entrega do prédio dos laboratórios de História do Ceres-Caicó, em 2015. A criação do Laboratório de História e Práticas de Pesquisa (LHCP) foi outra conquista, no ano de 2017.

A Prefeitura Municipal de Currais Novos/RN comunica à população Currais-novense e imprensa que NÃO FOI OBJETO DE INVESTIGAÇÃO da Polícia Federal em Operações realizadas na manhã desta terça-feira (18) em alguns municípios potiguares. As Operações “Guaraíras e Titereiros” apura fraudes em licitações em algumas prefeituras, o que NÃO é o caso da Prefeitura Municipal de Currais Novos. O texto da matéria do “G1 RN” afirma que mandatos estão sendo cumpridos em algumas cidades, entre elas Currais Novos, o que não se confunde com a “Prefeitura Municipal de Currais Novos”. O nome do município foi citado por ser o endereço de um dos investigados.

Crédito da foto: Reprodução/Jornal de Fato

A Confederação Nacional do Transporte (CNT/MDA) divulgou agora pouco a pesquisa sobre a corrida presidencial. E pelo resultado na intenção de voto estimulada, vai se consoliderando o segundo turno entre os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad(PT).

VEJA OS NÚMEROS DA ESTIMULADA:

Jair Bolsonaro – 28,2%

Fernando Haddad – 17,6%

Ciro Gomes – 10,8%

Geraldo Alckmin – 6,1%

Marina Silva –  4,1%

João Amoêdo –  2,8%

Alvaro Dias –  1,9%

Henrique Meirelles – 1,7%

Cabo Daciolo – 0,4%

Guilherme Boulos – 0,4%

Vera – 0,3%

Eymael –  0,0%

João Goulart Filho –  0,0%

Brancos/Nulos – 13,

Indecisos -12,3%

VEJA O RESULTADO DA ESPONTÂNEA:

Jair Bolsonaro: 23,7%

Fernando Haddad: 9,1%

Lula: 7,5%

Ciro Gomes: 6,3%

Geraldo Alckmin: 2,8%

João Amoêdo: 1,8%

Marina Silva: 1,7%

Alvaro Dias: 0,9%

Outros: 1,0%

Branco/nulo: 13,9%

Indeciso: 31,3%

A pesquisa CNT/MDA, registrada no TSE sob o número BR-04362/2018, ouviu 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação.

Crédito da foto: Reprodução/Jornal de Fato

Um total de dez assaltos a agências dos Correios. Esse é o número de ações criminosas promovidas, em apenas 12 meses, por uma quadrilha denunciada pelo Ministério Público Federal (MPF). Entre maio de 2017 e maio de 2018, Kleber Jota Barbosa, conhecido como “Cabeludo”, liderou um grupo com outras 11 pessoas – contando com dois ainda não identificados e um menor de idade – que realizaram roubos em sete cidades do Rio Grande do Norte.

Além do líder da organização, tornaram-se réus seu cunhado, Jadson Cardoso Varela; a irmã de Kleber e companheira de Jadson, Cláudia Jéssica Jota Barbosa; Nyelton Cunha do Nascimento e seu pai Nivaldo Ribeiro do Nascimento; Sebastião Ivanildo da Silva, o “Nildo Madruga”; Francisco dos Santos Moura; Francisco Adalázio Mendes, o “Socó”; e Josimar Pinheiro Pedro, o “Véio”. Desses, cinco se encontram presos: Kleber e Nildo Madruga, em Alcaçuz; Jadson, Nyelton e Francisco dos Santos, no Centro de Detenção Provisória da Zona Sul.

A atuação da quadrilha foi investigada na “Operação Xavantes”, que levantou provas da participação do grupo em assaltos a três agências de Natal (na Rua Princesa Isabel e duas vezes no Bairro Pitimbu), além das de Extremoz, Ceará-Mirim, Macaíba, Vera Cruz, Santa Maria, Parnamirim e Nova Parnamirim. Os valores roubados totalizaram R$ 626.742,27.

Os crimes foram esclarecidos a partir de depoimentos de testemunhas, análise das imagens das câmeras de segurança, provas apreendidas nas residências de alguns dos integrantes, confissões dos participantes e dados telefônicos obtidos através de autorização judicial. Os dois que ainda não foram identificados eram conhecidos pelos comparsas como “Neguinho” e “Tiozinho”. Outro não pôde ser denunciado em razão de ter apenas 17 anos, quando dos assaltos. Em relação a este, foi enviada uma cópia dos autos das investigações para a Vara da Infância e da Juventude, a fim de que sejam adotadas as providências cabíveis previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente

 Organização 

A quadrilha agia quase sempre com dois integrantes entrando armados nas agências, fazendo ameças a funcionários e clientes. Eles chegaram a levar armas e munições dos vigilantes e, em um dos crimes, se passaram por representantes da companhia de águas e esgotos. Já em outra ocasião, renderam a tesoureira da agência quando ela se encontrava em um veículo com o marido e a filha, que foram feitos reféns.

Kleber Jota liderava o grupo, participou de todos os assaltos e era um dos responsáveis pelo planejamento dos crimes, reunindo os comparsas e definindo como agiriam. Jadson teve participação decisiva em oito dos roubos e, embora tenha chegado a entrar nas agências, costumava ser o responsável por dirigir para o grupo e dar proteção na área externa, como “olheiro”.

Cláudia Jéssica mantinha, durante os assaltos, os criminosos em contato através de ligações telefônicas ou mensagens de redes sociais. Nyelton Cunha foi “olheiro” em metade dos roubos, enquanto seu pai Nivaldo forneceu o veículo usado em pelo menos duas oportunidades. Francisco dos Santos era o responsável pelo armazenamento, guarda e fornecimento de armas e munição.

Adalázio e Josimar Pinheiro foram responsáveis pela receptação de uma das armas roubadas dos vigilantes e esse último, que é ex-policial militar, auxiliou no assalto à agência da Princesa Isabel, intermediando a entrega das armas utilizadas. Já Nildo Madruga, concunhado de Kleber, atuou como “olheiro” em três dos crimes, ajudando ainda como motorista. Ele foi preso junto com o líder da organização, em maio, quando tentavam roubar um posto de combustíveis em Parnamirim.

 Confira os crimes pelos quais cada um foi denunciado (a ação penal tramita sob o número 0809982-19.2018.4.05.8400):

Kleber Jota – 16 vezes por roubo (art. 157 do Código Penal); quatro vezes por corrupção de menores (art. 244-B da Lei 8.069/90) e uma por organização criminosa (Lei 12.850/2013).

Jadson Cardoso – 13 vezes por roubo; três por corrupção de menores e uma por organização.

Cláudia Jéssica – seis vezes por roubo; uma por corrupção de menores e uma por organização.

Nyelton Cunha – oito vezes por roubo; duas por corrupção de menores e uma por organização.

Nivaldo Ribeiro – quatro vezes por roubo; uma por corrupção de menores e uma por organização.

Sebastião Ivanildo “Madruga” – cinco vezes por roubo; duas por corrupção de menores e uma por organização.

Francisco dos Santos – duas vezes por roubo, uma por organização criminosa e uma por receptação (art. 180 do Código Penal).

Josimar Pinheiro – Uma vez por receptação, duas por roubo e uma por organização criminosa.

Francisco Adalázio – Receptação (em relação a ele foi proposta a suspensão condicional do processo, tendo como contrapartida o cumprimento de determinadas condições)

Crédito: João Bezerra Júnior – Assessor de Comunicação

Tem início ontem (17) em todo o país a programação da “12ª Primavera dos Museus”, evento que neste ano tem como tema “Celebrando a Educação em Museus” e que propõe uma reflexão na população sobre as principais funções de um museu, como educar e contribuir para as diferentes áreas do conhecimento e da vida. Em Currais Novos, a programação tem início hoje a partir das 19h no “Museu Histórico Municipal Antônio Quintino Filho”, com apresentações das escolas que irão celebrar os 200 anos da criação do primeiro museu no Brasil, o “Museu Nacional” no RJ, tragicamente destruído por um incêndio.

A “12ª Primavera de Museus” é realizada pelo IBRAM – Instituto Brasileiro de Museus, SBM – Sistema Brasileiro de Museus e Ministério da Cultura. A Prefeitura Municipal de Currais Novos é parceira através da “Fundação Cultural José Bezerra Gomes” e Secretaria Municipal de Educação.

A programação também contará com “Mesa Redonda” nesta terça-feira (18) às 8h no Salão Nobre do Palácio Raul Macedo, com o tema “A educação de museus”. Na Quarta-feira (19), acontece das 9h às 13h visitações ao “Museu Histórico Municipal Antônio Quintino Filho”. No último dia de programação, na quinta (20), acontece a partir das 14h no Ginásio Poliesportivo “Geraldão” uma Gincana Escolar, onde escolas do município terão que executar quatro tarefas, como apresentar uma esquete da obra “Os Brutos” de José Bezerra Gomes (80 anos da obra), e um desenho de um Geossítio ou Geoforma que compõe o “Projeto Geoparque Seridó”.

Crédito: Jornalista Juliana Manzano

Organizado pelo Força Democrática, o movimento ‘Força, Capitão!” reuniu, na tarde de ontem(16), mais de milhares de pessoas em favor da candidatura à Presidência da República de Jair Bolsonaro,  que está hospitalizado desde o último dia 6, após ser esfaqueado durante caminhada de rua em Juiz de Fora/MG. O movimento realizado no cruzamentos das avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira contou com a participação de vários grupos de direita da capital potiguar.

O Força Democrática foi o grupo que iniciou os movimentos de rua em Natal contra a corrupção e contra o Partido dos Trabalhadores (PT) em 2014, ocasião em que o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff foi requerido pela população. Além do Força Democrática, também participaram do movimento deste domingo o Grupo Radar, o Avança Nordeste e o Endireita Natal.

Líder do FD, Carlos Reny ressalta que o grupo entende que, hoje, a maior representação da Direita no Brasil é o candidato Bolsonaro, atualmente filiado ao PSL. “Não podemos deixar o Brasil ser entregue à Esquerda novamente. Então, achamos que esta é a hora de unirmos os grupos da direita em prol de um objetivo único que é eleger o Bolsonaro, candidato que, no nosso entendimento, é o que melhor representa a direita nesta eleição”, pontua.

Os candidatos Jair Bolsonaro e Fernando Haddad disputam a preferência do voto do potiguar para presidente da República. O capitão reformado tem 21%, contra 20% de seu oponente, segundo o levantamento estimulado do instituto SETA.

Ciro Gomes aparece em terceiro com 14%. Na sequência, Geraldo Alckmin (3%), Marina Silva (2%), Álvaro Dias, Henrique Meirelles e João Amôedo, com 1% cada, completam a lista. Brancos, nulos e ninguém são 30% e 7% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa foi realizada entre os dias 7 e 9 de setembro. Foram ouvidos 1.300 eleitores em todas a regiões do Estado. A margem de erro é de 3% e o intervalo de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob os protocolos BR-02681/2018 e RN-07553/2018.

A senadora Fátima Bezerra lidera as intenções estimuladas de voto para o Governo do Estado com 32%, indica pesquisa SETA.

Depois da petista, o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves aparece com 16%, seguido pelo governador Robinson Faria, com 12%. Pela margem de erro, ambos estão em empate técnico.

Brenno Queiroga e Heró Bezerra pontuaram 1% cada. Os demais candidatos não pontuaram acima de um ponto percentual.

Brancos, nulos e ninguém somaram 32% e 6% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa foi realizada entre os dias 7 e 9 de setembro. Foram ouvidos 1.300 eleitores em todas a regiões do Estado. A margem de erro é de 3% e o intervalo de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob os protocolos BR-02681/2018 e RN-07553/2018.

A administração do governador Robinson Faria é desaprovada por 76% dos eleitores, indica pesquisa SETA. Apenas 15% aprovam a condução do Estado pelo atual governador. Já 9% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa foi realizada entre os dias 7 e 9 de setembro. Foram ouvidos 1.300 eleitores em todas a regiões do Estado. A margem de erro é de 3% e o intervalo de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob os protocolos BR-02681/2018 e RN-07553/2018.

Crédito G1 – Brasília

O ministro Sérgio Banhos, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), rejeitou neste sábado (15) um pedido do ex-residente Luís Inácio Lula da Silva para gravar áudios e vídeos para propaganda eleitoral dentro da prisão.

Em julho, a juíza Carolina Lebbos, responsável pela execução da pena dele na Operação Lava Jato, já havia negado o pedido de Lula para gravar áudios e vídeos na cadeia.

A defesa de Lula pediu, então, para que o TSE declarasse o direito de Lula de fazer as gravações. Mas o ministro Sérgio Banhos determinou que a decisão não cabe à Justiça Eleitoral, por entender que o assunto tem que ser decidido pelo juízo responsável pela execução da pena do ex-presidente

“Desse modo, o que pretendem os requerentes escapa à competência da Justiça Eleitoral, que estaria se imiscuindo em assunto de competência do Juízo da Execução, responsável pela administração de todas as questões pertinentes ao cumprimento pena”, decidiu Sérgio Banhos.

Proibição mantida

No pedido ao TSE, os advogados do PT haviam argumentado que, mesmo preso, Lula ainda tem direitos políticos, pois restam recursos pendentes de julgamento contra a condenação.

“Imperioso o destaque de ser pacífico o entendimento de que qualquer postura que demonstre uma suspensão de direitos políticos antes do trânsito em julgado de decisão criminal condenatória, com a exceção da inelegibilidade instituída pela Lei da Ficha Limpa, é absolutamente inconstitucional”, disseram os advogados no documento.

Mas Sérgio Banhos afirmou: “Há, no que diz com a matéria em análise, barreira processual intransponível, qual seja: a incompetência da Justiça Eleitoral para adentrar assunto que demanda decisão exclusiva do Juízo de execução da pena. ”

Lula inicialmente era candidato do PT à Presidência, mas teve a candidatura rejeitada pelo TSE, com base na lei da Ficha Limpa. Nesta semana, o partido decidiu que Haddad substituiria o ex-presidente como candidato.

Créditos das Fotos: Divulgação/Assessoria

O deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) deu prosseguimento as visitas aos municípios da região Seridó, uma das mais importantes do Estado, na campanha à reeleição para a Assembleia Legislativa. Neste sábado (15) a visita começou por Lagoa Nova, a maior cidade da microrregião da Serra de Santana.

Ezequiel aproveitou o encontro para fazer uma prestação de contas dos benefícios que já estão contribuindo para a melhoria da qualidade de vida da população e assumiu o compromisso de continuar desenvolvendo ações para impulsionar o desenvolvimento da região. Em Lagoa Nova Ezequiel recebe o apoio de Luciano Santos, prefeito da cidade, Iranildo Silva, vice-prefeito, Ivamar Domingos e Paulo Machado, vereadores. Participaram da mobilização o candidato a senador da República, Geraldo Melo e o candidato a deputado federal, Walter Alves.

“O Seridó sempre mereceu o nosso apoio. Entendemos que além de uma obrigação nossa é o reconhecimento da força de trabalho do seridoense por viver em pleno semiárido e enfrentar essa adversidade. Por isso, entre as solicitações dos agricultores que chegaram ao nosso gabinete parlamentar, conseguimos ações concretas na área de recursos hídricos, diminuindo a escassez de água na região”, frisou o deputado Ezequiel Ferreira.

Instalação e perfuração de poços nos distritos de Baixo Verde, Filgueira, Manoel Domingos, Macambira, nos Assentamento José Milanês; Cícero; Lagoinha, São Pedro, São José, Sítio do Meio e Umarizal; viatura policial; veículos e equipamentos para reforço das atividades da EMATER. Operação tapa buracos na RN-041 no trecho que liga à Currais Novos e ambulância.

Florânia – À tarde a movimentação de campanha do deputado Ezequiel ocorreu em Florânia, onde também foi recebido pelos admiradores do seu trabalho parlamentar, sempre voltado para melhorar a qualidade de vida da população aliado ao desenvolvimento sustentável da região. Foi muito bem recebido pelo presidente da Câmara, Saint Clair, o Galo, e pelo vereador Manoelzinho, além do ex-prefeito, Júnior de Janúncio. A candidata a deputada federal, Karla Veruska também participou da mobilização.

Em atendimento a requerimentos do deputado Ezequiel, o governo do Estado fez reparos na adutora da Serra de Santana e na de Currais/Novos/Acari. Levou o Programa Microcrédito; desenvolveu ações do DETRAN para melhorar a sinalização das ruas cidade e conseguiu carros refrigerados para os trabalhos da EMATER.

Crédito da foto: Reprodução/copiada do jornal de fato

O Datafolha divulgou o resultado da mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial. A pesquisa ouviu 2.820 eleitores entre quinta (13) e sexta-feira (14). O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

VEJA OS NÚMEROS

Jair Bolsonaro (PSL): 26%

Ciro Gomes (PDT): 13

Fernando Haddad (PT): 13%

Geraldo Alckmin (PSDB): 9%

Marina Silva (Rede): 8%

Alvaro Dias (Podemos): 3%

Henrique Meirelles (MDB): 3%

João Amoêdo (Novo): 3%

Cabo Daciolo (Patriota): 1%

Guilherme Boulos (PSOL): 1%

Vera Lúcia (PSTU): 1%

João Goulart Filho (PPL): 0%

Eymael (DC): 0%

Branco/nulos: 13%

Não sabe/não respondeu: 6%

Em relação ao levantamento anterior do instituto, divulgado na segunda-feira (10):

Jair Bolsonaro oscilou, dentro da margem de erro, de 24% para 26% (com a margem de erro, tem de 24% a 28%);

Ciro Gomes se manteve no mesmo patamar, com 13% (pela margem de erro, de 11% a 15%);

Fernando Haddad tinha 9%, agora cresceu para 13% (pela margem de erro, de 11% a 15%);

Marina Silva estava com 11%, agora caiu para 8% (com a margem de erro, tem de 6% a 10%);

Geraldo Alckmin tinha 10%, agora, 9% (com a margem de erro, de 7% a 11%);

SIMULAÇÕES DE SEGUNDO TURNO

Marina 43% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 16%; não sabe: 2%)

Ciro 40% x 34% Alckmin (branco/nulo: 23%; não sabe: 3%)

Alckmin 41% x 37% Bolsonaro (branco/nulo: 19%; não sabe: 2%)

Alckmin 39% x 36% Marina (branco/nulo: 23%; não sabe: 2%)

Ciro 45% x 38% Bolsonaro (branco/nulo: 15%; não sabe: 2%)

Alckmin 40% x 32% Haddad (branco/nulo: 25%; não sabe: 3%)

Bolsonaro 41% x 40% Haddad (branco/nulo: 17%; não sabe: 2%)

Ciro 44% x 32% Marina (branco/nulo: 22%; não sabe: 2%)

Marina 39% x 34% Haddad (branco/nulo: 25%; não sabe: 2%)

Ciro 45% x 27% Haddad (branco/nulo: 25%; não sabe: 2%)

Crédito: João Bezerra Júnior – Assessor de Comunicação

Um dos grandes eventos de cultura popular do Rio Grande do Norte, o “6º Encontro de Bonecos e Bonequeiros do Teatro de João Redondo do RN” acontecerá nos próximos dias 28 e 29 em Currais Novos e terá uma programação diversa com apresentações na Feira Livre Municipal e Praça Tetê Salustino. Neste ano o encontro irá homenagear o brincante Francisco Ângelo da Costa (Chico Daniel ou Chico de Daniel).

O evento é realizado pela APOTB – Associação Potiguar de Teatro de Bonecos com apoio da Prefeitura Municipal de Currais Novos através da Fundação Cultural “José Bezerra Gomes”, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo – SEMTUR e Aldann Construções, e com patrocínio do IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

No dia 28 de setembro às 10h acontece à acolhida dos brincantes no “Solar das Artes”, à tarde acontecem apresentações em diversas instituições do município e à noite a partir das 19h os brincantes realizam apresentações na Praça “Tetê Salustino”.  Na manhã do sábado (29) tem apresentação na Feira Livre a partir das 8h, às 14h os brincantes se reúnem no Solar das Artes, e à noite na Praça “Tetê Salustino” acontecem diversas apresentações a partir das 19h.

CHICO DANIEL

Francisco Ângelo da Costa (Chico Daniel ou Chico de Daniel), nasceu em Assu em 1941 e herdou do avô a profissão de bonequeiro. Seus espetáculos se caracterizavam pela originalidade em relação ao teatro da tradição, não apenas pelos personagens que apresentava, mas também pelas tramas das histórias inspiradas no anedotário popular, piadas de circo e outras fontes urbanas. Chico Daniel representou o RN em Encontros Nacionais e Internacionais de Bonecos, e foi considerado por Ariano Suassuana como “um dos maiores artistas populares do Brasil”. Faleceu em 2007 deixando multiplicadores de sua arte, como seus filhos Josivan e Daniel. Hoje, Chico Daniel é o nome do Teatro de Cultura Popular da Fundação José Augusto.

Crédito Jornalista João Bezerra

A Prefeitura Municipal de Currais Novos inaugura na próxima terça-feira (18) um novo espaço de lazer, cultura e que poderá ser utilizado para diversas atividades sociais e educativas: o Centro de Múltiplo Uso do Bairro Dr. José Bezerra de Araújo, localizado na Rua do Petróleo e que foi construído com recursos próprios do município.

A inauguração acontecerá a partir das 19h com a presença do Prefeito Odon Jr, secretários municipais, servidores, e com a participação da Associação dos Moradores do Bairro e da comunidade. O Centro é um novo equipamento público em benefício da população, principalmente para os moradores do bairro Dr. José Bezerra de Araújo, que poderão utilizá-lo para diversas ações importantes. “Esta é mais uma obra importante que entregamos ao bairro e à população de Currais Novos”, comentou o Prefeito Odon Jr.

Fotos: Assessoria de imprensa 

Ontem, Nesta sexta-feira (14), depois de cumprir agenda em Natal, ao lado do candidato a presidente da República, Geraldo Alckmin (PSDB), o deputado Ezequiel Ferreira participou de mobilizações nas cidades de Currais Novos e Tenente Laurentino, na região Seridó do Estado. O senador Geraldo Melo e o deputado federal Rogério Marinho também participaram das mobilizações.

“Um grande encontro de amigos. Só tenho gratidão e agradecer a cada um dos correligionários que promoveram este ato de estímulo e apoio a minha candidatura de deputado estadual”, salientou Ezequiel ao agradece em público a equipe que organizou a mobilização; João Neto (vereador e presidente da Câmara), vereadoras Zefinha Moura e Celinha, o vereador Wilton da Pax, a ex-vereadora Dadá, ex-vereador Marinaldo Francisco, Milena Galvão Ferreira de Souza, ex-vice-prefeita e Vilton Cunha, ex-prefeito.

De Currais Novos Ezequiel Ferreira foi recebido em Tenente Laurentino e outra grande carreata percorreu as principais ruas da cidade. “Mais uma vez me surpreendi com o carinho e apreço nas ruas de Tenente Laurentino”, disse Ezequiel ao externar ao organizadores da mobilização o seu reconhecimento pelo empenho de todos.

Em Tenente Laurentino estão na caminhada com Ezequiel a prefeita Sueleide, Paula (vereadora), os vereadores Tomaizinho e Auricélio, os suplentes de vereadores Bico de Ouro, João do Sindicato e Titio e as lideranças Netinho Laurentino e Gildenir.

O deputado aproveitou o encontro para fazer uma prestação de contas das suas ações parlamentares na atual legislatura que concretamente já estão contribuindo para impulsionar o desenvolvimento econômico e a melhoria da qualidade de vida do município e da região, como vem fazendo nos municípios de todas as regiões do Estado que estão sendo visitadas nesta campanha pela reeleição. Com destaque para ações nas área de saúde (equipamento, ambulância e custeio para hospital regional), segurança púbica (viaturas e reforço de equipes policiais), convivência com a seca (barragens submersas, poços tubulares, operação Vertente II) e infraestrutura (recuperação de estradas, reforma de escolas e saneamento básico).

Leia o Jornal Impresso