Governo responde demandas do movimento dos atingidos pela Barragem de Oiticica

Representando a governadora Fátima Bezerra, o Secretário Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, João Maria Cavalcanti, participou na noite de ontem (21), de uma reunião na comunidade de Barra de Santana, em Jucurutu, para entregar as respostas do Governo sobre as reinvindicações feitas pelo Movimento dos Atingidos e Atingidas pela Barragem de Oiticica em audiência com a Governadora mês passado.

O encontro, que aconteceu na igreja da comunidade, foi conduzido pelo juiz coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC), Uedson Uchôa, e contou também com a presença dos prefeitos de Jucurutu, Valdir Medeiros, de São Fernando, Polion Medeiros, de Caramuru Paiva, assessor do deputado Francisco do PT, representantes de sindicatos e vereadores.

“A governadora Fátima sempre defendeu os interesses do Movimento, que é legítimo, por isso estamos aqui para entregar as respostas das demandas da população da forma mais transparente possível”, disse João Maria.

O secretário apresentou o documento respondendo as questões, entre elas, sobre a obra do Cemitério, que já foi entregue ao município de Jucurutu, em caráter provisório, e sobre a implantação de agrovilas, que tiveram seus projetos de engenharia já concluídos e entregues.

Sobre o cumprimento das recomendações do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para a construção das 03 agrovilas e supressão vegetal de 6 mil hectares dentro da bacia hidráulica, o titular da Semarh explicou que esse item foi integralmente atendido inclusive a Semarh já está realizando o trabalho de delimitação de áreas que precisam ser protegidas através da colocação de cercas e placas.

“Estamos aguardando uma decisão judicial a respeito do pedido que o governo fez para contratar a empresa que vai retomar as obras da Nova Barra de Santana”. Na ocasião o secretário também destacou a articulação que vem sendo feita, junto ao Governo Federal para garantir as verbas necessárias para a conclusão do Complexo de Oiticica:

“Estamos em contato direto com o Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR) e Agência Nacional de Águas (ANA), e temos viajado mensalmente a Brasília para explicar a situação da obra e solicitar recursos financeiros. Na última quinta-feira (17), defendemos a inclusão de Oiticica na reunião com a bancada federal que discutiu a alocação de emendas parlamentares para o Orçamento 2020”.

You may also like...

0 thoughts on “Governo responde demandas do movimento dos atingidos pela Barragem de Oiticica”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *